Após 'bombar' no lançamento, vendas do hatch elétrico no primeiro trimestre de 2021 preocupam montadora alemã

O Volkswagen ID.3 pode ser considerado um dos símbolos da nova fase da Volkswagen. O carro elétrico lançado em setembro de 2020 rapidamente 'bombou' nas vendas e deixou o mercado eufórico. No entanto, os resultados do primeiro trimestre deste ano ficaram abaixo do esperado e acenderam o sinal de alerta. 

Projetado desde o início como um carro elétrico, o ID.3 foi o primeiro modelo de uma linha que tem como objetivo colocar a Volkswagen em posição de destaque na era da mobilidade elétrica. Com design simples e que agrada à maioria, o modelo também aposta na plataforma dedicada MEB com um trem de força elétrico eficiente e ampla conectividade, em que pese o atraso inicial por conta dos problemas de software. 

Galeria: Volkswagen ID.3 (2020) - teste

Após o lançamento, em setembro do ano passado, o ID.3 rapidamente ganhou espaço, chegando ao ponto de emplacar 27.997 unidades em dezembro, superando o Tesla Model 3 e figurando como o 2º carro mais vendido na Europa (considerando todos os tipos de propulsão!), só perdendo para o Golf, da própria Volkswagen. 

No acumulado do último trimestre de 2020, foram 55.484 unidades vendidas na Europa. Números que colocaram o Volkswagen ID.3 na 3ª posição entre os carros elétricos mais vendidos no Velho Continente no acumulado do ano, mesmo o modelo tendo pouco mais de 3 meses no mercado. 

Volkswagen ID.3

Esses resultados geraram uma grande euforia para a marca e para o segmento de carros elétricos como um todo, com previsões cada vez mais otimistas para o ano de 2021. 

No entanto, durante os três meses deste ano, o Volkswagen ID.3 emplacou apenas 11.400 unidades - uma brusca redução de 80% na comparação com o último trimestre de 2020. Trata-se de um resultado preocupante, principalmente levando em conta a previsão da Volkswagen de ampliar fortemente a produção de carros elétricos na Europa, especialmente na Alemanha. 

Vale lembrar que agora, diferentemente dos últimos meses do ano passado, estão disponíveis mais versões do hatchback elétrico, como o modelo básico ID.3 Pure Performance, equipado com uma bateria de 45 kWh, que garante autonomia de 320 km, aceleração de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e 160 km/h de velocidade máxima - seu preço, deduzidos os bônus e incentivos, é de 21.925 euros (R$ 143.000) na Alemanha. 

Em que pese o fato de muitos emplacamentos no começo terem sido feitos pela própria Volkswagen, a imprensa europeia acredita que o modelo ainda precisa 'fazer nome' no mercado. Algo que será alcançado progressivamente com a chegada de mais versões (básicas e topo de linha), e o próprio avanço do segmento de elétricos, algo que está comprovado pelo crescimento constante nas vendas na Europa. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram