Akio Toyoda quer provar ao público que os carros a hidrogênio são seguros e não explodem

Os carros movidos a hidrogênio ainda têm muitas possibilidades a serem exploradas, desta vez com a Toyota, que se prepara para as 24 Horas de Fuji na Super Taikyu Series 2021, no Japão. E para representar a marca nesta corrida, estará ninguém menos que Akio Toyoda, presidente e CEO da montadora japonesa. 

Akio Toyoda será um dos pilotos da equipe ORC Rookie Racing e se revezará ao volante de um inédito Corolla Sport equipado com motor a hidrogênio. O chefão da Toyota quer avaliar de perto a durabilidade e as possibilidades e a segurança do sistema de propulsão a hidrogênio em situações limite. 

Akio Toyoda Rookie Racing

"A razão para competir em uma prova de 24 horas é que simplesmente durar três ou cinco horas não é suficiente. Você deve ter feito a preparação para durar 24 horas. Além disso, sou um dos pilotos. Muitas pessoas no Japão associam hidrogênio a explosões. Portanto, quero mostrar que é seguro participar de uma corrida", disse Akio Toyoda, presidente da Toyota Motor Corporation.

Este novo Corolla a hidrogênio vem sendo testado na pista há cerca de um mês e sofreu diversas modificações para ficar mais leve e compensar o peso extra dos tanques de hidrogênio, que superam os 100 kg. O carro de corrida está equipado com o sistema 4WD e o motor é considerado uma conversão de outro carro de competição da marca, o Toyota GR Yaris.

akio toyoda

Os veículos eletrificados a célula de combustível (FCEVs) usam uma célula de combustível na qual o hidrogênio reage quimicamente com o oxigênio do ar para produzir eletricidade que alimenta um motor elétrico - esses motores tem zero emissões de CO2 quando em uso.

"Os motores a hidrogênio produzem um som um tanto agudo, o que me faz sentir que ainda há espaço para continuarmos melhorando o verdadeiro ‘som do hidrogênio’. Seremos os primeiros a fazer isso. Quero que nossa equipe defina o que o som será como se as pessoas ouvissem e dissessem: 'Esse é o som de um motor a hidrogênio'”, enfatizou Toyoda.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Toyota Mirai: impressões ao dirigir