Marca norte-americana irá desenvolver um buggy elétrico autônomo que será transportado à Lua em um foguete da SpaceX

A GM anunciou nesta semana que se associou à empresa aeroespacial Lockheed Martin para desenvolver veículos elétricos lunares. Conforme relatado, será uma espécie de buggy autônomo que será utilizado pelos astronautas dentro do programa espacial Artemis, que é liderado pela NASA.

O mais interessante é que o foguete no qual a tripulação viajará para a Lua será feito pela empresa SpaceX de Elon Musk. Musk, que também comanda a Tesla, afirmou não ter criado um transporte lunar, mas já tem experiência em enviar carros para o espaço: há alguns anos, durante testes, um foguete Falcon Heavy lançou um elétrico Tesla Roadster para fora da órbita da Terra.

O veículo lunar desenvolvido pela GM será utilizado na próxima expedição da agência espacial norte-americana à Lua que colocará pela primeira vez uma mulher no satélite natural da Terra. A missão exigirá investimentos em robôs, bases científicas e vários veículos. 

Os parceiros ainda não entraram em detalhes sobre o novo transporte lunar, comparando-o com o veículo elétrico Moon Rover anterior, que os astronautas usaram durante o pouso na Lua como parte do programa Apollo. 

Assim, a novidade será capaz de rodar com uma única carga significativamente mais do que os 7,6 quilômetros anteriores. Além disso, receberá um sistema de piloto automático, que permitirá o transporte em missões que sejam perigosas para o ser humano.

 “Os rovers irão estender drasticamente o alcance dos astronautas à medida que realizam investigação científica de alta prioridade na Lua”, disse Rick Ambrose, vice-presidente executivo da unidade espacial da Lockheed.

A principal dificuldade no projeto de um veículo lunar pode ser reduzir seu peso, uma vez que as capacidades de carga do foguete são limitadas. Por outro lado, dada a baixa gravidade lunar, uma bateria grande e pesada pode ser dispensável no satélite da Terra.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram