Não se passaram nem mesmo quatro meses e meio desde o recorde anterior de 1.003 quilômetros quebrado pelo Toyota Mirai, o modelo japonês equipado com célula de combustível a hidrogênio. Agora, o sedã vai mais longe, estabelece um novo recorde mundial e entra para o Guinness World com a maior distância percorrida por um carro a hidrogênio com apenas um tanque: 1.360 km.

O cenário da empreitada foi a Califórnia, com o Centro Técnico Toyota (TTC) em Gardena como ponto de partida. A luz verde foi dada na segunda-feira, 23 de agosto, após um reabastecimento de 5 minutos. Conduzindo o carro-chefe zero emissão da marca japonesa estavam o *hypermiler profissional Wayne Gerdes e o copiloto Bob Winger.

*hypermiling: técnica que consiste em dirigir maximizando a eficiência e consumindo o mínimo possível de combustível  

Toyota Mirai a hidrogênio no livro dos recordes

Itinerário na Califórnia

Os dois viajaram primeiro para o sul para San Ysidro, e depois para o norte para Santa Barbara, cruzando Santa Monica e Malibu Beach ao longo da Pacific Coast Highway. Eles voltaram ao TTC na mesma noite, depois de rodar 761 km e trocar de motorista duas vezes.

Depois disso, 599 km foram deixados para trás no segundo dia, durante o qual a dupla enfrentou o tráfego na rodovia de San Diego, entre Los Angeles e Orange County, até que o Toyota Mirai secou o hidrogênio do tanque, num total de 1.360 km, 357 km a mais do que o recorde anterior estabelecido na França no final de maio.

Galeria: Foto - Toyota Mirai no Guinness World Record

Os números

Um registro oficialmente certificado pelo juiz Michael Empric do Guinness World Record. Mas os números desta façanha não são apenas sobre quilômetros: a Toyota diz que o Mirai consumiu 5,65 kg de hidrogênio e passou por 12 estações de reabastecimento sem precisar parar.

O carro foi conduzido principalmente no trânsito durante os horários de pico, com temperaturas entre 65 e 83 graus Fahrenheit (18 e 28 graus Celsius). Obviamente, ele emitia zero CO2, enquanto um veículo com motor de combustão interna teria emissões de cerca de 301,6 kg.

Ajuda de hypermiler

Para ter sucesso, os motoristas experientes utilizaram algumas técnicas de hipermiling, que permitem otimizar o desempenho do veículo em condições específicas de tempo e condução. A dupla também explorou alguns truques para reduzir o consumo. Mas, de acordo com a Toyota, nada complicado para qualquer motorista cotidiano.

Bob Carter, vice-presidente executivo da Toyota na América do Norte, comentou: "Estamos orgulhosos de ser os líderes desta tecnologia emocionante, que é apenas uma das séries crescentes de veículos de emissão zero em nosso portfólio".

Galeria: Toyota Mirai: impressões ao dirigir