Em mais uma iniciativa de sustentabilidade, a BMW anuncia uma nova etapa da parceria com o Coldplay. A banda britânica irá utilizar baterias portáteis recarregáveis fornecidas pelo BMW Group para fornecimento de energia elétrica dos shows da sua próxima turnê mundial, "Music of the Spheres", que passará pelo Brasil em setembro de 2022.

A parceria entre a marca BMW e a banda teve início com a cessão da música "High Power" para o vídeo de promoção dos novos modelos elétricos BMW iX e i4, ambos com lançamento confirmado no Brasil

2022-bmw-i4

Serão 40 baterias parcialmente recicladas utilizadas nos shows, extraídas do BMW i3, que tornarão a turnê mais sustentável. As baterias substituirão os geradores a diesel e gasolina usuais, resultando em uma redução significativa da pegada de carbono em todas as apresentações ao vivo da banda.

coldplay bmw

O conjunto de baterias será recarregado usando uma variedade de fontes renováveis, incluindo instalações solares, piso cinético nos estádios, bicicletas geradoras de energia e geradores movidos a óleo vegetal hidro tratado. Os destaques são o piso cinético e as bicicletas que irão aproveitar a energia coletiva gerada pelos próprios espectadores.

I segreti della BMW i3 con uno sconto shock: da 89.000 a 10 dollari!

De acordo com a BMW, essas são as primeiras baterias de carros elétricos no mundo a serem readequadas para uso em segunda vida. 

"Estamos orgulhosos em fazer parceria com a BMW para criar a primeira bateria recarregável para shows do mundo - o que nos permitirá alimentar nossos shows quase que inteiramente com energia limpa e renovável", disse Chris Martin, do Coldplay.

"A canção da campanha, "Higher Power", marcando o lançamento de nossos modelos totalmente elétricos BMW iX e BMW i4, bem como o desempenho do Coldplay no mundo virtual BMWs de JOYTOPIA durante o IAA Mobility, foram os primeiros grandes destaques de nossa cooperação bem-sucedida. Com o uso de baterias de segunda vida de veículos BMW i3, agora estamos ajudando a turnê mundial do Coldplay a se tornar ainda mais sustentável", completa o executivo.