Versão esportiva reforça a linha do elétrico mais vendido do Brasil, mas na pista não nega a origem SUV

Revelado no ano passado, o Audi e-tron S Sportback chega ao Brasil como o modelo de topo na linha e-tron. O início de pré-vendas no país já havia sido anunciado no mês passado, mas nesta semana a Audi fez o lançamento oficial desta nova versão com proposta mais esportiva e equipada com três motores.    

Após o evento de apresentação, que também marcou a estreia do esportivo RS e-tron GT no país, a Audi levou a imprensa para um test drive com o novo Audi e-tron S Sportback, onde pudemos conferir de perto as principais novidades do modelo. Mas o que realmente muda em relação ao e-tron Sportback 'normal'? Confira abaixo nas nossas impressões ao dirigir. 

Galeria: Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir

Antes de tudo, vale mencionar que a linha 'S' foi lançada tanto para o e-tron SUV quanto para o e-tron Sportback, mas a Audi optou por trazer ao Brasil somente o último, com carroceria no estilo SUV cupê e proposta mais inclinada à esportividade que o modelo regular.  

O e-tron S Sportback mede 4.902 mm de comprimento, 1.976 mm de largura (+41mm), 1.615mm de altura e 2.928 mm de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 505 litros, enquanto o compartimento dianteiro 'frunk' tem 60 litros. 

Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir

Em termos de potência, o e-tron Sportback S tem quase 100 cv a mais em comparação ao modelo regular e vai a respeitáveis 503 cv de potência e 99,2 kgfm de torque. O resultado foi alcançado graças a adição de um motor elétrico extra no eixo traseiro - agora são três motores e permite, segundo a Audi, acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e atingir a velocidade máxima de 210 km/h.

Para alimentar os três motores, o SUV cupê elétrico utiliza uma bateria de 95 kWh (86 kWh efetivos) para uma autonomia de 380 km com uma única carga de acordo com o padrão europeu WLTP.

Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - lateral

Visual

O Audi e-tron 'normal' nunca foi um carro sem sal em nossa opinião. No entanto, a linha 'S' deu um tempero a mais, com um resultado bem interessante em termos de visual. A carroceria ficou 50 mm mais larga (graças aos arcos das rodas mais pronunciados, complementados por novos pára-choques) e a grade frontal é exclusiva, enquanto na traseira um grande difusor completa a aparência.

Segundo a Audi, essa reforma externa não é apenas estética. As extensões da caixa de rodas aparentemente ajudam na aerodinâmica e permitem que o e-tron S Sportback atinja um coeficiente de arrasto de apenas 0,26.

Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - interior
Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - retrovisor
Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - console

Interior

O interior permanece praticamente inalterado, mas agora apresenta acabamento em cores mais escuras (para aumentar a sensação de esportividade), bem como os emblemas S espalhados por toda a cabine, a fim de destacar a variante mais esportiva.

O e-tron S Sportback pode contar com faróis full LED Matrix, head up display, virtual side mirror (câmeras no lugar dos retrovisores), Night Vision Assist, Side Assist e pacote de assistência ao motorista com assistente de farol alto, controle de cruzeiro adaptativo, alerta de saída de faixa ativo, alerta de colisão frontal e câmera de visão noturna.

Outro recurso disponível é a vetorização de torque. Isso graças aos dois motores acionando o eixo traseiro, para que o veículo possa destinar com mais precisão a potência que cada roda recebe e faça ajustes muito mais precisos (e mais rápidos) do que jamais seria possível através de um diferencial convencional.

Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - movimento

Impressões

O Audi e-tron Sportback já deixa uma boa impressão em sua versão 'normal'. Agora, uma variante mais esportiva o coloca em vantagem quando olhamos para seus principais concorrentes. Com um terceiro motor, instalado no eixo traseiro, ele fica mais rápido, mas não nega que ainda é um SUV, principalmente dentro de um autódromo.

No traçado travado de Capuava, o Audi e-tron S Sportback acelera muito forte nas retas, que é o principal diferencial em relação à versão comum. Na dinâmica, os novos ajustes ajudam, mas parecem não ser suficientes para destacar o SUV. A força extra, lógico, empurra e até esquecemos que ele é um SUV, a não ser pela posição de dirigir e por algumas reações. No meu caso, saí de um RS e-tron GT, o que dificultou um pouco as coisas.

Audi e-tron S Sportback - impressões ao dirigir - movimento

Não tão dinâmico quanto o GT, o e-tron S Sportback cumpre seu papel com tranquilidade. É só tomar cuidado com o peso extra, principalmente nas saídas de frente, facilmente controláveis. O que mais "choca populares" é o torque de 99,2 kgfm, maior do que qualquer Audi já produzido, até mesmo pela divisão RS. 

Um fato é que ele vai continuar se destacando nas ruas. Na prática, o e-tron S Sportback será um ótimo carro para sair do semáforo assustando qualquer esportivo, além das vantagens como espaço interno e versatilidade do segmento, com possibilidade, inclusive, de rodar em lugares mais acidentados com a suspensão pneumática e diversos modos de condução, sem esquecer do conforto e tecnologias de assistência ao motorista. 

Preço

Disponível em pré-venda desde 20 de abril, o Audi e-tron S Sportback tem preço de R$ 779.990 e conta com os seguintes itens de série:

  • Rodas 21"
  • Audi Virtual Cockpit Plus
  • Faróis Full LED Matrix
  • Head up display
  • Teto Solar Panorâmico
  • Park Assist Plus
  • Sistema de som Bang & Olufsen 3D
  • Bancos dianteiros com aquecimento e ventilação
  • Acesso sem chave
  • Ar condicionado de 4 zonas
  • ACC
  • Câmera de 360°
  • Pinças de freio vermelhas
  • Discos de freio em carboneto de tungstênio 

Opcionais

  • Espelho retrovisor externo em carbono - R$ 6.000
  • Retrovisores virtuais - R$ 15.000
  • Night Vision assist - R$ 21.000
  • Cores Externas Audi Exclusive - R$ 37.000

Personalização

O Audi e-tron S Sportback possui ao todo sete itens configuráveis: nove cores externas – além de várias outras Audi Exclusive, dois desenhos de roda, duas cores de pinças de freio, design exterior com detalhes em preto ou em alumínio, três acabamentos para a capa do retrovisor, cor do couro nos assentos e acabamento interno em carbono, alumínio ou cinza volcano.

*Com Leo Fortunatti, de Indaiatuba (SP) - Viagem a convite da Audi

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram