Isso explica os planos da Toyota de fazer a mesma coisa?

As montadoras japonesas são famosas por fazerem apostas seguras, o que geralmente também é entendido como falta de celeridade. Eles preferem ver as iniciativas dos concorrentes e, se derem certo, enfrentam esses concorrentes com produtos que oferecem mais confiabilidade ou qualquer outra vantagem significativa. Então, quando a Honda diz que agora é o momento certo para adotar os veículos elétricos, como declarou ao jornal britânico The Sunday Times, isso provavelmente é algo que toda a indústria automotiva japonesa também fará.

Galeria: Honda e no Salão de Frankfut de 2019

Temos sinais claros disso. A Toyota agora está falando de carros elétricos, sendo que no mês passado anunciou um grande acordo com a chinesa BYD. A Lexus apresentará seu primeiro carro elétrico no próximo dia 22 de novembro no Salão Automóvel de Guangzhou, China. A Nissan já possui o 100% elétrico Leaf e o sistema e-Power, muito semelhante ao que a Honda agora oferece com o 100% elétrico compacto E o o novo C-RV e:HEV (híbrido). Provavelmente ouviremos sobre mais empresas do Japão seguindo o mesmo caminho em breve.

Tom Gardner, vice-presidente sênior da Honda Europa, disse ao The Sunday Times:

 “O mercado de carros elétricos começou 2015 em cerca de 2% (no Reino Unido). E agora estamos chegando a 7 ou 8%. Está começando a ser significativo. Vimos a curva ser bastante exponencial e a assistimos não apenas em nossa marca automotiva, mas também em áreas como nossa marca de motocicletas"

Honda Clarity 2018
Mas o que acontecerá com os FCEVs? A Honda fez grandes apostas nessa tecnologia no passado com o Clarity, por exemplo. Ian Howells, outro vice-presidente sênior da Honda Europa, disse o seguinte:

“Estamos na situação em que a infraestrutura também não existe. Existe uma infraestrutura sendo desenvolvida muito rapidamente para carros com bateria elétrica, mas não há realmente nada sobre o hidrogênio, então ainda há um caminho a percorrer.”

Honda Clarity 2018

Katsushi Inoue, presidente da Honda Europa, também negou qualquer chance de ver um novo FCEV da montadora japonesa em breve:

“Nosso foco agora é nos veículos híbridos e elétricos. Talvez os carros com células a combustível de hidrogênio cheguem, mas essa é uma tecnologia para a próxima era.”

O artigo aborda muito mais e definitivamente merece sua atenção. Especialmente em relação aos planos futuros de eletrificação para a Honda. É triste que a maioria das montadoras japonesas, além da Nissan, tenha decidido ingressar apenas agora que os carros elétricos são uma realidade inegável. Aos menos eles tentaram com os FCEVs, provavelmente na esperança de que as atuais empresas de petróleo forneçam hidrogênio, mas isso ainda deve levar um tempo para se estabelecer de maneira viável.

Source: The Sunday Times