Segmento emplacou 109.200 unidades no período, somando híbridos e elétricos

Considerado um dos mercados mais bem estruturados do mundo para veículos eletrificados, a Europa segue registando aumentos significativos nas vendas da categoria. Prova disso são os resultados do mês de outubro, que novamente ficaram acima da média. De acordo com dados divulgados pela Jato Dynamics, foram 48 mil unidades eletrificadas vendidas na região, o que representa crescimento de consideráveis 52% na comparação com igual período de 2018.

Galeria: Nissan Leaf e+ 2019

Desse total, cerca de 24.200 foram BEVs (veículos elétricos) e 23.800 eram PHEVs (modelos híbridos do tipo plug-in). Na contagem geral, a representação destes dois nichos no mercado foi de 4%. Correm por fora ainda os números relacionados aos HEVs (apenas híbridos), que somaram 61.200 exemplares. Na prática, os veículos de propulsão alternativa somaram no mês 109.200 unidades, com participação de 9,6%.

"Os veículos eletrificados também impulsionaram o mercado em geral, pois continuaram ganhando força em outubro. A demanda aumentou 79% para carros híbridos plug-in, 32% para carros elétricos puros e 29% para carros híbridos. Além disso, lançamentos estão sendo bem recebidos", disse um porta-voz da JD.

Toyota Corolla Hatchback Hybrid
Renault Zoe 2020

Levando em conta os híbridos, a Toyota ganhou destaque ao emplacar quatro modelos entre os cinco mais vendidos: Corolla, Yaris, C-HR e RAV4 - o quinto foi o Range Rover Evoque. Entre os plug-in, figuraram Mitsubishi Outlander, BMW Série 3, Mercedes-Benz Classe E, Porsche Cayenne e Volvo XC60. Por fim, entre os puramente elétricos, destaque para Renault Zoe, Volkswagen e-Golf, Nissan Leaf, BMW i3 e Smart ForTwo.