Previsão é otimista, levando em conta a participação de apenas 1% de 2019

As previsões da Volkswagen para o mercado de veículos elétricos certamente estão entre as mais otimistas da indústria automotiva. Além de investir pesado no desenvolvimento da tecnologia e no lançamento de novidades, a empresa não quer esperar para começar a colher os primeiros resultados. Prova disso é a meta de concentrar, já a partir de 2025, cerca de 20% das vendas totais do grupo (que reúne mais de 10 marcas diferentes) apenas em modelos elétricos. Em números específicos, estamos falando de aproximadamente 3 milhões de unidades.

Galeria: Volkswagen ID.3 1ST (2020)

A meta é ainda mais ambiciosa quando levamos em conta as cifras atuais da categoria, que reponde por apenas 1% do volume total previsto para 2019. A expectativa é ir subindo a participação gradualmente, chegando a 4% em 2020, 8% em 2022 até chegar aos esperados 20% em 2025. A maior parte desse volume virá de mercados considerados estratégicos, como Europa e China.

Para conseguir o feito, a marca aposta também em uma série de lançamentos. Entre eles, destaque para os novos membros da família ID (incluindo uma perua, uma van, um sedã e pelo menos dois SUVs) e novidades das marcas Audi (linha e-tron), Porsche e Seat.

Fonte: Volkswagen