CEO da marca na América do Norte, Klaus Zellmer, se disse surpreso com a quantidade

Principal aposta da Porsche no segmento de veículos elétricos, o Taycan mal foi apresentado e já está causando preocupação na concorrência. Pelo menos foi o que deixou entender o CEO da empresa na América do Norte, Klaus Zellmer, durante entrevista recente concedida à rede CNBC. Segundo o executivo, "milhares" de potenciais clientes americanos têm demonstrado "interesse sincero" pelo veículo e, entre todos, os atuais donos de modelos da Tesla são maioria. "Atualmente, eles dirigem um Tesla, mas estão abertos a experimentar algo novo agora. Estamos muito felizes com isso", afirmou.

Em todo o mundo, a Porsche diz ter contabilizado mais de 20.000 pessoas realmente interessadas em adquirir o Taycan, o que inclui clientes que fizeram depósitos para reservar o veículo ou visitaram pessoalmente as concessionárias. O número não inclui aqueles que se registraram online para receber informações.

Galeria: Avaliação: Porsche Taycan Turbo S 2020

Mecanicamente, o sedã é equipado com dois motores elétricos de alto rendimento que entregam potência combinada de 625 cv. No entanto, é possível ir ainda mais longe com o modo Overboost, que eleva a potência da versão Turbo para 680 cv, enquanto no Turbo S os números saltam para 761 cv. O torque é de 86,6 kgfm no primeiro caso e de brutais 107,1 kgfm de força no segundo. Dados de fábrica indicam aceleração de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos no Turbo e impressionantes 2,8 segundos no Turbo S. Todo esse poderio já foi colocado à prova no lendário circuito de Nürburgring Nordschleiffe, onde o esportivo bateu o recorde para veículos EV, completando uma volta em 7 minutos e 42 segundos.

 

Por sua vez, as baterias de íon de lítio são posicionadas abaixo no assoalho, oferecendo distribuição de peso ideal para um bom comportamento dinâmico. Possui capacidade de 93 kWh e, nas duas versões, é composta por 33 módulos e 396 células. Dados oficiais indicam que consumo médio do modelo Turbo é de 26,0 kWh/100 km com autonomia de 450 km, enquanto no Turbo S a média é de 26,9 kWh/100 km, com autonomia de 412 km. O peso do conjunto é de 2.295 kg.

O Taycan está à venda nos principais mercados globais a partir de 2020 e está confirmado também para o Brasil.