Hatchback pode aproveitar design do conceito AI:Me e usar plataforma MEB Entry

A Audi trabalha em vários carros elétricos e, aparentemente, um deles será um subcompacto para o mercado europeu. Fermín Soneira Santos, chefe de marketing de produtos da marca alemã, conversou com a revista inglesa Auto Express e confirmou que a fabricante está iniciando o planejamento deste veículo.

"Sim, está no nosso horizonte. Ele ainda não foi desenhado, mas temos uma chance de ter carros com a [plataforma] MEB, talvez com a MEB Entry, e também o E-Tron GT. Nós temos tantas plataformas para escolher e decidir o que iremos colocar nelas", afirma Santos, ao comentar sobre o compacto elétrico da Audi.

Galeria: Audi AI:ME Concept

O Grupo Volkswagen anunciou recentemente que trabalha em uma plataforma chamada MEB Entry, que será usada em seus modelos menores do que o ID.3. É uma relação semelhante à da MQB-A0 do Polo com a MQB-A1 usada no Golf, com mudanças para que a construção fique mais barata. O primeiro carro com esta arquitetura será lançado em 2023 e terá mais de 200 km de autonomia.

O conceito Audi AI:Me revelado no Salão de Xangai (China) e, mais recentemente, na CES. pode dar uma dica do que a marca imagina para o compacto. O pequeno hatchback tem um motor elétrico no eixo traseiro e entrega 173 cv. A fabricante não divulgou uma estimativa da autonomia, mas revelou que ele tem um conjunto de baterias de 65 kWh. Não seria uma surpresa caso a Audi resolve manter as portas no estilo "suicidas" (que abre no sentido contrário) na versão final.

O executivo não diz quando a Audi pretende lançar seu carro elétrico compacto. A fabricante costumava importar sua linha, porém mudou a estratégia e passou a não oferecer mais alguns modelos que não tinham mais tanto espaço no Brasil, como o A1. Considerando que o hatch elétrico custaria consideravelmente mais, suas chances são bem menores. Tudo dependerá da vontade da Audi de oferecer uma linha eletrificada bem completa.