Este é um exemplo do desempenho surpreendente que os supercarros terão quando se tornarem elétricos

Este é um vídeo curto, mas que mostra a grande diferença de desempenho entre um carro elétrico e um tradicional esportivo bem potente. De um lado vemos o Tesla Model S P100D, de outro uma belíssima Ferrari F12. Os carros não têm quase nada em comum além da excelente aceleração. Numa prova de arrancada, o resultado foi humilhante.

A Ferrari F12, que nos Estados Unidos custa em torno de US$ 330.000 (R$ 1,61 milhão) pode atingir os 100 km/h em pouco menos de 3 segundos. Já o Model S Performance S custará menos de US$ 100.000 (R$ 488 mil) e cumprirá a mesma tarefa em impressionantes 2,3 segundos.

Galeria: Tesla Model S P100D

E isso tem explicação. Embora seja de uma montadora novata, o Tesla Model S P100D é um dos carros de produção mais rápidos já feitos. A parte mais interessante é que a Tesla atualiza regularmente sua autonomia e desempenho. Sim, este carro melhora enquanto você é o proprietário, por meio de atualizações de software sem fio. A versão atual - o Tesla Model S Performance - tem um desempenho geral melhor que o P100D, que já era difícil de superar.

Enquanto isso, carros esportivos tradicionais com motores a combustão como o Chevrolet Corvette, Porsche 911 e esta Ferrari F12 também estão melhorando ao longo do tempo. No entanto, as melhorias não são contínuas. Em vez disso, para que uma montadora faça um desses carros ainda melhor, eles precisam redesenha-lo, oferecer um novo modelo e por aí vai.

Sim, houve um tempo em que os carros elétricos foram comparados aos carros de golfe, e a descrição era quase adequada em alguns casos. Isso levou alguns amantes de carros a não acreditarem em futuro para os elétricos, e alguns deles ainda acham que são inferiores. No entanto, quase todos os veículos elétricos atuais oferecem desempenho bastante sólido, especialmente quando se trata da dinâmica que os motoristas precisam (e desfrutam) de direção diária.

De qualquer forma, dedique alguns segundos para ver o que acontece quando uma Ferrari desafia um Tesla. Devido ao torque instantâneo do Tesla, parece que o motorista da F12 nem está tentando participar do desafio.