SUV alcançou bons números de eficiência segundo dados da agência norte-americana EPA

  • Toyota RAV4 Prime teve os dados de eficiência e autonomia divulgados pela EPA
  • SUV híbrido plug-in pode rodar 67 km no modo totalmente elétrico 

Pouco mais de um mês após ter os preços revelados, o Toyota RAV 4 Prime acaba de ter divulgados os números oficiais da EPA. A agência norte-americana de classificação ambiental publicou os dados para o modo totalmente elétrico e a eficiência energética do novo SUV híbrido plug-in da marca japonesa.

O Toyota RAV4 Prime 2021, equipado com uma bateria de 18,1 kWh, foi certificado como esperado: 67,6 km de autonomia no modo totalmente elétrico e 965 km no total. Isso o torna o principal híbrido plug-in no segmento convencional na era pós-Chevrolet Volt (85 km) (se excluirmos o Polestar 1 - 83 km e o Karma Revero GT - 98 km).

Galeria: Toyota RAV4 Prime 2021

Em termos de eficiência, no modo totalmente elétrico, é de 94 MPGe (40 km/l) (223 Wh/km), enquanto no modo híbrido, é 38 MPG 16,1 km/l (combinado), cerca de 5% abaixo da versão híbrida convencional, mas ainda assim melhor que os RAV4s com tração nas quatro rodas não híbridos.

external_image

Toyota RAV4 Prime 2021 - classificação EPA:

  • autonomia em modo totalmente elétrico de 67,6 km
  • autonomia total de 965 km
  • consumo de energia (incluindo perdas de carregamento):
    • Modo EV: 94 MPGe (40 km/l) - 359 Wh/mi (223 Wh/km)
    • Modo híbrido: 38 MPG (16,1 km/l)

Apesar dos ótimos resultados e da alta demanda esperada, a disponibilidade do RAV4 Prime deve ser muito limitada nos Estados Unidos, pelo menos até algum momento em 2021.