SUV elétrico será produzido em Leipzig, mas só deve chegar ao mercado em 2022

  • Fábrica de Leipzig produzirá veículos térmicos, híbridos e elétricos na mesma linha
  • Porsche Macan elétrico deve chegar ao mercado somente em 2022

Mesmo com o sucesso do carro elétrico Taycan, a Porsche segue em frente com seus planos de eletrificação da sua gama de veículos. Nesta semana, a marca alemã anunciou um novo marco para a produção do Porsche Macan elétrico na fábrica de Leipzig, na Alemanha. 

Atualmente, a Porsche está transformando a fábrica de Leipzig para a produção da versão elétrica do Macan e acaba de anunciar que a unidade da linha de produção já está concluída. Por conta da pandemia de coronavírus a inauguração não pode ser aberta ao público.

Galeria: Porsche - expansão da fábrica de Leipzig

Gerd Rupp, presidente do conselho executivo da Porsche Leipzig GmbH, comentou:

"Nas últimas semanas, alcançamos alguns marcos importantes no caminho de nos tornarmos uma unidade de eletromobilidade. O intervalo de tempo entre agora e o início da produção da próxima geração do Macan certamente será um desafio. No entanto, é também uma oportunidade de preparar a fábrica para o futuro e provar a nós mesmos como uma equipe."

Anunciado no ano passado, o Porsche Macan elétrico será o primeiro da marca a adotar a completamente nova plataforma modular PPE (Premium Platform Electric), que está sendo desenvolvida em conjunto com a Audi e suporte arquitetura elétrica de 800 volts. Embora não seja oficial, acredita-se que a nova base comporte até quatro motores elétricos.

Quando a transformação da fábrica em Leipzig estiver concluída, a unidade terá bastante flexibilidade com uma configuração que lhe permitirá produzir em uma única linha carros a combustão, híbridos e elétricos. Isso deve ocorrer durante um período de transição até atingir a mobilidade 100% elétrica. 

Galeria: Porsche Macan S 2019 - Primeiras Impressões