Versão de produção deve ficar pronta até 2022

  • Volkswagen ID. Buzz antecipa a futura Kombi elétrica para o mercado global
  • Estreia da versão de produção está programada para 2022

A Kombi tem uma história que se mistura com a trajetória do automóvel no Brasil ao longo dos seus 56 anos de existência - e tudo indica que o seu retorno deve ser em grande estilo. Em entrevista ao Motor1.com o CEO da Volkswagen Brasil e América do Sul, Pablo Di Si, falou de vários assuntos, inclusive sobre o futuro dos carros elétricos da marca. 

Durante a sequência de perguntas, em determinado ponto, um espectador enviou uma pergunta sobre a Kombi, relembrando a importância do modelo para o mercado brasileiro e quais seriam os planos da Volkswagen para o modelo. Pablo respondeu o seguinte: "Tem que dividir as coisas. A Kombi do passado, o segmento de carga e o segmento de passageiros. Para a pessoa que fez a pergunta, dá uma olhada no Youtube, Salão de Frankfurt, a Kombi elétrica".

Galeria: Volkswagen I.D. Buzz

Continuando, o executivo ressaltou as qualidades do carro conceito ID. Buzz, como a propulsão 100% elétrica, o amplo espaço interno e a versatilidade que o multiuso pode oferecer, além do visual atraente e com personalidade: "De novo, o que falei no passado, essa Kombi foi desenhada 100% para ser elétrica, então olha o espaço que tem lá dentro é enorme. Quando você vê, é beleza pura".

A futura Kombi elétrica foi mostrada como conceito apresentado no Salão de Frankfurt, e ID. Buzz é o nome que a Volkswagen usou para evocar o espírito do modelo original, mas com uma embalagem completamente moderna e tecnológica. A reação do público a esse estudo de design foi extremamente positiva e a marca alemã deu sinal verde para a produção em série a partir de 2022. 

Construído sobre a nova arquitetura de veículos elétricos MEB da VW, o conceito tinha dois motores elétricos, um para cada eixo, que produziam 374 cv de potência combinados alimentados por uma bateria de 111 kWh.

Embora essa configuração de alta potência tenha grande chance de ser mantida no modelo de produção, também haverá variantes de tração traseira menos potentes com baterias menores; não está descartada ainda a variante para carga, já que a VW exibiu o ID. Buzz Cargo Concept no Salão de Los Angeles de 2018.

De uma forma geral, fica claro que o futuro da Volkswagen no Brasil migrará para o carro elétrico. No entanto, isso deve ocorrer em um ritmo mais lento do que em mercados como a Europa ou a China. Mas é interessante saber que teremos modelos como este rodando nas ruas, mesmo que isso ainda leve algum tempo.  

Galeria: Volkswagen ID. Buzz - Salão de Frankfurt