Modelo pode ser o primeiro veículo elétrico da marca de luxo.

  • Sedã de luxo eG80 deve ser o primeiro veículo elétrico da Genesis
  • Quando pronto irá enfrentar rivais como o Tesla Model S e Mercedes-Benz EQS

Genesis atualizou seu sedã carro-chefe no início deste ano, incorporando o design do SUV GV80 no modelo renovado. Estreou com dois motores a gasolina e, fora dos Estados Unidos, um diesel. No entanto, novas fotos de um flagra próximo a Nurburgring mostram que a marca de luxo está desenvolvendo outro trem de força para o G80 - um totalmente elétrico. Os detalhes sobre o novo modelo misterioso são escassos, mas as imagens dão algumas dicas.

O sinal mais óbvio de que este não é o G80 típico é a grade frontal fechada. Os motores elétricos não exigem o mesmo nível de fluxo de ar para resfriamento que um trem de força a gasolina ou diesel precisam, portanto, os fabricantes estão eliminando grande parte da abertura da grade. Olhando a traseira, você notará a ausência das saídas de escapamento bem como os recortes onde eles ficam. Não há porta de combustível nos para-lamas traseiros, mas também não podemos localizar um corte na camuflagem da porta de carregamento, embora possa ser cuidadosamente escondido.

Galeria: Genesis eG80 - flagra

Não há detalhes sobre o trem de força elétrico. Não sabemos quantos motores terá, sua autonomia ou a capacidade da bateria. O site TheKoreanCarBlog.com relatou no mês passado que o eG80 iria competir com rivais como o Tesla Model S, Mercedes EQS e outros, e chegará ao mercado dentro de dois anos. A Genesis também está desenvolvendo a capacidade de realizar atualizações de firmware online para o veículo, como a Tesla faz, dando ao eG80 a capacidade de alterar e aprimorar uma variedade de funções do veículo. 

Como a Genesis ainda não oferece um veículo elétrico, o eG80 seria o primeiro da marca. No entanto, a Hyundai oferece o Kona Electric, que possui um motor elétrico de 204 cv e uma bateria de 64,0 quilowatts-hora que fornece 415 km de autonomia. Não está claro se a Genesis vai adaptar esse sistema ao sedã, ou se a montadora poderia seguir um caminho diferente. Os detalhes são escassos e permanecerão assim até que a marca divulgue algum comunicado ou informações sobre o assunto comecem a vazar. Fique ligado.