O executivo disse que “a missão da empresa é maior do que você”

Trevor Milton decidiu que a Nikola Motor Company não deveria mais sofrer o espancamento a que tem sido sujeita desde que a consultoria Hindenburg Research divulgou seu relatório alegando que a empresa é uma fraude. Para evitar maiores estragos, ele decidiu que eles deveriam se separar imediatamente, como a Freight Waves antecipou. O próprio Milton confirmou isso em uma carta que publicou no Twitter.

Veja a mensagem abaixo:

 

Milton não cita nenhuma das acusações que recebeu da Hindenburg Research ou de David Bateman, que apagou um tweet no qual compartilhava uma conversa que Milton teria tido com uma mulher não identificada relacionada a um caso de extorsão. 

Em sua carta, Milton afirma que "a missão da empresa é maior do que você", o que o levou a se afastar não apenas de seu cargo de presidente executivo, mas também de membro do conselho de administração da Nikola Motor Company.

A mudança de Milton ajudará não apenas a proteger as "400 famílias" que sua empresa agora emprega, mas também a boa parte de sua riqueza. Ele possui 82 milhões de ações da Nikola, que correspondem a 20% de todas as ações da empresa. Essa participação atualmente esta avaliada em US$ 2,8 bilhões.

A Nikola Motor Company divulgou informações de que Trevor Milton será substituído como presidente executivo por Stephen Girsky. O novo presidente do conselho é um ex-vice-presidente da General Motors que está por trás não apenas de divulgar Nikola por meio de uma SPAC (Special Purpose Acquisition Company), mas também do acordo com a GM para produzir a picape elétrica Badge

Galeria: Nikola Badger picape elétrica