Empresa vai produzir veículos eletrificados no Canadá que chegarão ao mercado em 2025

A corrida da FCA pela eletrificação não para. O grupo ítalo-americano, que em Mirafiori (sede do maior projeto V2G do mundo) já iniciou a produção do Fiat 500 elétrico, que virá ao Brasil, agora pretende expandir sua presença no Canadá justamente para iniciar a produção de veículos elétricos e híbridos plug-in no país.

E para isso, o grupo está investimento aproximadamente US$ 1,5 bilhão para atualizar a fábrica de Windsor, que embora esteja localizada em território canadense, ao mesmo tempo está "integrada" na área metropolitana de Detroit, nos Estados Unidos. E as surpresas não param por aí.

Galeria: Jeep Compass e Renegade 4xe - Produção na Itália

As obras de modernização permitirão à FCA iniciar a produção de veículos construídos com base em uma nova plataforma  que, de acordo com o que foi divulgado pelos sindicatos locais e reforçado pela Reuters, será projetada para dar vida aos carros 100% elétricos e híbridos plug-in.

Jeep Compass, a linha de montagem em Melfi

O primeiro modelo construído nesta nova base deve chegar ao mercado em 2025 e a operação permitirá a criação de mais 2.000 empregos na fábrica canadense até 2024.

O anúncio da FCA segue-se ao da Ford há pouco menos de um mês, que anunciou que estava disposta a investir uma quantia semelhante na modernização de duas de suas unidades de produção, uma delas também localizada em Windsor.

Ambas as operações passaram por acordos firmados entre as montadoras e Jerry Dias, presidente do sindicato dos trabalhadores Unifor National, que já disse que planeja negociações para chegar a novos acordos também com a divisão canadense da General Motors.

Galeria: Aplicativo My Easy Charge da FCA