Problemas relacionados a fornecedores podem afetar quase 27 mil unidades

Com as células de íons de lítio não se brinca: são produzidos com processos altamente padronizados e em ambientes controlados. A BMW sabe bem disso, que hoje está pagando o preço de um lote de baterias com defeito que forçou a empresa a fazer um recall para 27.600 híbridos plug-in vendidos em todo o mundo.

O risco é de possíveis curtos-circuitos, que podem causar um incêndio. E nesses casos, mesmo com hipóteses remotas, a prudência dita que as ações sejam tomadas prontamente como a BMW e, recentemente, a Hyundai fizeram com o SUV compacto Kona elétrico.

Galeria: BMW X2 xDrive25e (2020)

O recall não afeta todos os híbridos plug-in produzidos pela BMW. E tendo a Casa de Munique os dois principais fornecedores externos de baterias, CATL e Samsung, é provável que o problema, que deveria dizer respeito às soldas, afete apenas um dos dois. No entanto, ainda não foi revelado em qual dos dois está o defeito.

BMW 545e xDrive

Tudo começou em agosto passado, quando a empresa interrompeu a entrega de 4.460 carros após ter constatado o defeito que poderia ter causado o início dos incêndios. Os carros em questão são alguns dos produzidos entre 20 de janeiro e 18 de setembro deste ano. Esta é a lista de modelos afetados globalmente. 

  • Série 2 Active Tourer
  • Série 3
  • Série 3 Touring 3
  • Série 5
  • Série 5 Touring
  • Série 7
  • X1
  • X2
  • X3
  • X5
  • i8
  • i8 Roadster
  • Mini Countryman
BMW X1 y X2 xDrive25e

Também no Brasil

Além de inspecionar e eventualmente intervir nos híbridos plug-in já entregues, a empresa também "interrompeu" 3.500 veículos na linha de produção antes de serem entregues aos seus proprietários finais. De qualquer forma, a BMW promete definir um plano para resolver o problema até o final de outubro.

Como foi dito, este recall da BMW atinge diversos mercados globais, inclusive o Brasil, onde a marca divulgou um comunicado com orientações sobre como proceder com a bateria de alta voltagem para os seguintes modelos fabricados entre 2/3/2020 e 21/9/2020:

  • 330 e M Sport
  • 745 Le M Sport
  • 530 e M Sport
  • X5 XDrive 45e M Sport
  • X3 XDrive 30e X Line
  • MINI Cooper Countryman SE ALL4

O comunicado orienta os proprietários a definirem o estado de carga da bateria em níveis mínimos (30%). Além disso, pede para não utilizar as trocas de marcha manuais e não posicionar a alavanca e câmbio no modo Sport. Nesse cenário, por precaução, é preferível ainda que os proprietários de veículos híbridos plug-in da marca bávara usem apenas gasolina até a marca agendar os reparos necessários.

Veja aqui o comunicado oficial da BMW sobre o recall dos modelos híbridos plug-in. 

Galeria: BMW 545e xDrive 2020

Foto de: BMW