A montadora pretende substituir o seu carro elétrico pioneiro por um mais crossover

A BMW vende o seu pioneiro carro elétrico i3 desde 2014 e até agora não tem planos para um substituto direto. Então, quando chegar a hora de tirar o i3 de linha, um modelo que vendeu bem e ganhou seguidores em todo o mundo (mais de 200.000 unidades foram fabricadas até agora), a montadora bávara precisará de algo novo para preencher o vazio deixado pelo carrinho urbano.

O fabricante aparentemente está planejando substituir o i3 por uma versão elétrica do crossover X1, o menor e mais barato carro alto da BMW. Será uma substituição indireta, mas se você quiser um i3 novo, ainda está em tempo de comprar um, pois espera-se que ele permaneça em produção até 2024 - isso significa que será vendido junto com o próximo iX2, que deve estrear em 2022.

Galeria: BMW iX1 2022 - flagra

O BMW Blog traz a versão mais baixa do iX1 e diz que a versão básica será apenas com tração dianteira, movida por um motor de 180 cavalos. Há uma grande chance de que seja uma evolução do motor que hoje impulsiona o i3 e o novo MINI Cooper SE - a variante mais potente de 250 cavalos provavelmente apresentará um motor adicional (menor) alimentando as rodas traseiras.

O iX1 não será baseado na geração atual do X1 (o F48), mas no modelo totalmente novo que deverá ser mostrado no final de 2021. As versões elétricas serão apenas alguns dos conjuntos de propulsão disponíveis, entre os opções usuais de gasolina, diesel e híbridos.

Para aqueles que querem um BMW zero emissões que foi construído do zero como um veículo elétrico, o negócio é esperar pela versão definitiva do BMW iX, apresentado nesta semana como um crossover que ditará a tendência dos carros elétricos da marca alemã. Quando pronto, ele estará um degrau acima do iX1, oferecendo mais tecnologia e conectividade para um público mais exigente.