A combinação entre os dois mundos, os híbridos, são uma solução ou transição?

É meus amigos, a mecânica dos automóveis está evoluindo muito rapidamente e através da nossa coluna você encontra conteúdo de qualidade. Minha formação em engenharia mecatrônica vem mostrando que estava no caminho certo, pois a eletricidade e os sistemas de automação e controle estão invadindo as novas tecnologias automotivas.

Antes tínhamos os motores de combustão interna, depois surgiram os elétricos, mas a combinação entre os dois mundos, os híbridos, são uma solução ou transição?

É importante que você entenda que um veículo híbrido combina o funcionamento de um motor de combustão interna com um ou mais motores elétricos. O termo plug-in permite que a bateria do sistema de propulsão elétrica seja carregada diretamente da rede de energia.

Veículos híbridos plug in solução ou transição -  (11)

Os híbridos plug-in têm sido repetidamente sujeitos a críticas: muito complexos, muito pesados, não sustentável o suficiente. Será que esses veículos, chamados tecnicamente de PHEVs, são apenas uma tecnologia de transição até que os veículos totalmente elétricos se tornem claramente mais baratos ou alcancem uma gama adequada para a condução diária?

Os híbridos plug-in não são uma tecnologia de transição, mas um complemento útil para o portfólio de modelos e contribuição significativa para a mobilidade sustentável devido a uma maior diversidade nos padrões de uso dos clientes.

Para muitos passageiros, os modelos PHEV podem ser a solução ideal para locais com condução livre de emissões, porque muitas rotas diárias podem ser cobertas em modo totalmente elétrico e, portanto, com zero emissões locais.

Veículos híbridos plug in solução ou transição -  (11)

Graças a pontos de carregamento externos em casa ou no trabalho, os clientes podem viajar muitas de suas rotas semanais estritamente movidas a eletricidade. Além disso, os modelos PHEV são adequados para longas distâncias graças aos seus motores a gasolina ou mesmo etanol, como acontece com o Toyota Corolla, primeiro veículo híbrido e flex no mundo.

Devido a saltos evolutivos em capacidades da bateria e gerenciamento do trem de força, o alcance elétrico aumentou claramente nos últimos anos.

A bateria não deveria ser maior e o motor de combustão interna menor? Ao projetar os conceitos para os trens de força PHEV, os fabricantes precisam acertar no "tamanho certo" e inteligente para o gerenciamento do trem de força, usando um motor de três, quatro ou seis cilindros, dependendo do tipo e tamanho do veículo. Junto com um potente motor elétrico, propulsão eficiente e gestão de recuperação, baixos níveis de consumo podem ser alcançados desta forma.

Veículos híbridos plug in solução ou transição -  (11)

Na realidade, os PHEVs não costumam consumir mais combustível do que carros com motores unicamente de combustão interna? O consumo pode variar muito, dependendo do perfil do usuário. Este é o caso dos modelos PHEV também. Os PHEVs devem ser usados ​​por passageiros.

Devido ao seu conceito de trem de força, eles são capazes de exibir seus benefícios e operar com zero emissões locais, especialmente em curtas distâncias, em rotas suburbanas e em áreas urbanas. Os modelos PHEV, especialmente na direção urbana, como no tráfego de anda e para, podem operar em modo totalmente elétrico e, assim, obter vantagens significativas de eficiência.

Os níveis de consumo do mundo real não são muito mais altos do que apresentados no ciclo WLTP?

Veículos híbridos plug in solução ou transição -  (11)

O procedimento WLTP pretende fornecer medições de consumo mais realistas do que o método o modelo NEDC anterior. No procedimento de medição WLTP, um PHEV deve ser conduzido por várias vezes. Ele começa com a bateria cheia e, em seguida, o ciclo é repetido até que a bateria se esgote.

O último ciclo é conduzido com uma bateria vazia e, portanto, apenas com a energia do motor de combustão interna e energia de recuperação. Usando esta medição de vários estágios, é possível determinar o consumo de combustível e emissões de CO2, bem como o alcance elétrico e alcance geral.

Posteriormente, o nível de CO2 é calculado determinando a relação entre a faixa elétrica e o alcance geral.

MECÂNICA ONLINE

Refinanciamento - Entre os 10 modelos com mais pedidos de refinanciamento, o Chevrolet Ônix foi o que mais cresceu em relação ao mercado. O veículo teve, na média do período em 2020, 197% mais solicitações de empréstimo com garantia do que em 2019.

Libertadores - A Ford criou uma nova plataforma multimídia, o Hall da Confiança, contando grandes experiências vividas por torcedores com seu Ford para ver uma partida da CONMEBOL Libertadores. A primeira história é de um torcedor do Internacional. Os episódios seguintes, serão estrelados por torcedores do Palmeiras, Corinthians e Flamengo, e poderão ser vistos nas redes sociais da Ford Brasil.

Locação - De janeiro a setembro de 2020, o setor de locação de veículos emplacou 236 mil novos carros no Brasil, conforme levantamento da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA), a partir de estatísticas do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Elétricos - Dona do primeiro programa Carbon Free que neutraliza as emissões de carbono dos veículos locados, a Movida anuncia agora a aquisição exclusiva do Nissan LEAF, veículo 100% elétrico. Com esse acordo, a companhia, pioneira em mobilidade elétrica no setor de locação, passa a contar com carros elétricos em sua frota e reforça o seu compromisso de combate às mudanças climáticas.

Alerta - Quem não passou pela situação de levar o carro para trocar o pneu, e se viu obrigado a trocar inúmeras peças, sem necessidade? Essa prática de fazer a substituição de peças que não precisariam ser trocadas é conhecida no mercado como "empurrometria", método de venda aplicado há décadas por pontos de vendas não especializados, e que até hoje provoca terror não só em suas vítimas, mas também no setor como um todo e no meio ambiente. Caso seja vítima de um caso de "empurrometria", denuncie para o Ministério Público, que irá investigar o caso.

Sobre Mecânica Online®

Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º e 13º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuição gratuita todos os dias 10, 20 e 30 do mês.
http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/

Galeria: Veículos híbridos plug-in: solução ou transição?