Sedã compacto com novo visual e motores elétricos e a gasolina é lançado na Tailândia

Apresentado há pouco tempo na Malásia como uma estreia mundial, o novo Honda City e: HEV, a inédita versão híbrida leve do sedã compacto, começa a ser vendido na Tailândia ao lado do novo Honda City Hatch com preço de 839.000 baht (R$ 147.800) somente na versão de topo RS, ao menos por enquanto.  

Além do novo visual, o grande destaque deste City e: HEV é o seu sistema de propulsão que a Honda chama de híbrido inteligente - Intelligent Multi-Mode Drive (i-MMD) e é composto por um motor elétrico principal que impulsiona o sedã compacto. Ele trabalha em conjunto com o motor a gasolina i-VTEC 1.5 de 98 cv e 12,8 kgfm de torque que possui um motor elétrico integrado que funciona como gerador e motor de partida - o conjunto entrega 109 cv de potência e 25,5 kgfm de torque máximo.

Galeria: Honda City e: HEV RS - Tailândia

Como é o motor elétrico o responsável por impulsionar o carro na maior parte do tempo, o motor a gasolina só traciona o carro em velocidades mais altas, onde ele é mais eficiente que o elétrico. De acordo com a Honda, o sedã compacto acelera de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos e tem consumo médio de 27,8 km/l, um destaque.  

Em termos de equipamentos esta versão de topo adiciona alguns itens em relação ao modelo RS somente a gasolina, como comandos no volante para a frenagem regenerativa, quadro de instrumentos digital com tela de 7", freio de estacionamento elétrico, freios a disco nas quatro rodas e saídas de ar condicionado para o banco traseiro.

Honda City e: HEV RS - Tailândia

O City e: HEV também possui de série faróis de LED, entrada e partida sem chave, ar condicionado automático, sistema de informação e entretenimento com tela de 9" e Apple CarPlay, seis airbags, controle de estabilidade e o pacote Honda Sensing com recursos de segurança ativa como frenagem de emergência, controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, farol alto automático e câmera de pontos cegos LaneWatch, entre outros itens. 

Após o lançamento na Tailândia, o Honda City com o sistema híbrido é aguardado nos demais mercados da região como Índia e Indonésia, entre outros. No entanto, a Honda ainda não divulgou o cronograma global desta variante, que seria uma opção (eficiente) e interessante para o Brasil

Fonte: Headlightmag

Galeria: Honda City 2021 (Teste Tailândia)