Nova arquitetura promete agilizar o desenvolvimento de veículos elétricos melhores e mais eficientes

Com a eletrificação assumindo um papel cada vez maior na indústria automotiva, as grandes montadoras têm investido cada vez mais em soluções avançadas e definitivas para desenvolver seus carros elétricos. E a Hyundai não fugiu à regra dando um importante passo ao anunciar nesta terça-feira (1) o lançamento de sua totalmente nova plataforma modular elétrica dedicada. 

A arquitetura chamada Global Modular Platform (E-GMP) promete versatilidade para se adaptar a vários tipos de veículos, incluindo SUVs, sedãs e utilitários compactos. A nova base também será utilizada em modelos convencionais e carros esportivos de alto desempenho.

Galeria: Hyundai - plataforma modular E-GMP

Com este novo passo, a fabricante sul-coreana quer tornar a construção dos veículos padronizada e ampla o suficiente para atender às várias necessidades. Isso simplificará o processo de desenvolvimento de novos veículos elétricos e ajudará a reduzir os custos de produção.

A Hyundai tem como objetivo entregar "excelente dinâmica de condução e eficiência excepcional", bem como muito mais espaço interno (graças a uma distância entre eixos mais longa, balanços mais curtos e um piso plano). Para melhorar o conforto, a montadora coreana usará também uma suspensão traseira do tipo "five link".

"Projetada exclusivamente para veículos elétricos a bateria, a E-GMP oferece várias vantagens em comparação com as plataformas existentes do Grupo, que foram projetadas predominantemente para acomodar motores de combustão interna. Os benefícios incluem maior flexibilidade de desenvolvimento, desempenho de condução poderosa, maior autonomia, recursos de segurança aprimorados e mais espaço interno para ocupantes e bagagem."

Hyundai - plataforma modular E-GMP

Em termos gerais, a Hyundai afirma que a nova plataforma E-GMP permitirá oferecer veículos elétricos com autonomia de mais de 500 km pelo padrão (WLTP) e desempenho de referência com aceleração de 0 a 100 km/h em menos de 3,5 segundos com velocidade máxima de até 260 km/h. A recarga também promete ser mais eficiente, com possibilidade de recuperar 80% da carga em apenas 18 minutos e 100 km de autonomia em 5 minutos usando uma estação rápida de 350 kW (800 V).

A Unidade de Controle de Carregamento Integrado (ICCU)  permite o carregamento múltiplo (800V / 400V) e também bidirecional (fornecer energia à rede). É possível realizar o carregamento rápido DC tanto a 800 V como a 400 V: "O sistema de carregamento múltiplo é um a primeira tecnologia patenteada do mundo que opera o motor e o inversor para aumentar 400 V a 800 V para compatibilidade de carga estável."

A nova base E-GMP permite configuração de tração traseira com motor único ou tração integral, com motor duplo, sendo que nesta última o motor dianteiro pode ser desconectado quando não estiver em uso para melhorar a eficiência. 

"O sistema de tração integral inclui uma chave de transmissão EV , que pode controlar a conexão entre o motor adicional e as rodas dianteiras, e alternar entre os modos de tração nas duas rodas e nas quatro rodas para aumentar a eficiência, oferecendo o nível ideal de potência ou desempenho para as condições de condução atuais."

Outra primazia da plataforma E-GMP é o uso do primeiro eixo de transmissão integrado (IDA) com produção em série do mundo, que consiste em motor, inversor e transmissão de velocidade única alocados em um único módulo compacto. E a marca também destaca o uso da eletrônica de com carboneto de silício (SiC) para os motores de tração: "Este motor pode aumentar a eficiência do sistema em cerca de 2 a 3 por cento, o que significa que o veículo pode ser conduzido por aproximadamente 5 por cento a mais com a mesma bateria."

A Hyundai informa que as baterias da plataforma E-GMP serão montadas no assoalho, mas ainda não especificou a faixa de potência. 

Esta nova arquitetura E-GMP é peça-chave nos planos da Hyundai para lançar um total de 23 veículos elétricos, sendo 11 deles "elétricos puros" e vender mais de 1 milhão de veículos elétricos em todo o mundo até 2025. A submarca de carros elétricos IONIQ responderá pelo lançamento de três novos elétricos puros até 2024: Ioniq 5, 6 e 7.  

Fonte: Hyundai