.. que permitiu à montadora cumprir as metas europeias de emissões de CO2 em 2020

A Mercedes-Benz anunciou que suas vendas globais de carros elétricos e híbridos plug-in mais do que triplicaram em 2020 e que a expansão dos eletrificados continuará forte em 2021.

De acordo com os dados preliminares, graças à correria do quarto trimestre, os resultados acabaram sendo bons o suficiente para atender às metas europeias de emissões de CO2 para automóveis de passageiros e, assim, evitar as pesadas multas.

Galeria: Mercedes-Benz EQC 400 - Brasil

As vendas totais de carros da Mercedes-Benz (marcas Mercedes-Benz e smart) tiveram queda de 10,3% na comparação ano a ano para um total de 2.202.578. No período, as vendas de carros eletrificados (elétricos e híbridos plug-in) ultrapassaram 160 mil, representando cerca de 7,4% do volume total! Podemos estimar um número em torno de 162.990.

O volume é mais de três vezes (+ 228,8%) superior ao de 2019, o que também significa que em 2019 foram vendidos cerca de 49.570 carros eletrificados. Na época, isso representava perto de 2% do volume total. 

Um fato interessante é que a maioria dos plug-ins (cerca de 87.000) foi vendida durante o quarto trimestre de 2020. Isso revela muito de como foi um período decisivo para capitalizar os incentivos e entregar o máximo possível de eletrificados para evitar as multas da União Europeia por conta da meta de CO2.

Mercedes-Benz Vision EQS (2019)
Versão de produção do Mercedes-Benz EQS estreia neste ano

Ola Källenius, Presidente do Conselho de Administração da Daimler AG e Mercedes-Benz AG disse:

"Mais do que triplicamos as vendas de nossos híbridos plug-in e carros totalmente elétricos. A demanda por esses veículos aumentou acentuadamente, especialmente no final do ano. Nossas previsões internas para 2020 indicam que teremos alcançado as metas europeias de CO2 para automóveis de passageiros no ano passado. Continuaremos a avançar com nossa estratégia 'First electric' e a expansão adicional de nossa iniciativa de carro elétrico. Com base em nosso conhecimento atual, esperamos cumprir as metas de CO2 na Europa novamente em 2021".

Em 2021, a empresa pretende aumentar significativamente as vendas de elétricos e híbridos plug-in da divisão de automóveis Mercedes-Benz para atingir uma participação de eletrificados de 13%.

Para que isso aconteça, a Mercedes-Benz vai lançar quatro novos carros elétricos: EQA, EQB, EQE e EQS, e renovar a família de híbridos plug-in com derivados eletrificados do novo Classe C e Classe S.

Vendas da marca Mercedes-Benz

As vendas de automóveis Mercedes-Benz em 2020 totalizaram 2.164.187 (queda de 7,5% ano a ano). Eletrificados registraram cerca de 136.000 (uma estimativa breve) - principalmente híbridos plug-in:

  • híbridos plug-in: mais de 115.000 (quase quadruplicou ano a ano)
  • elétricos: cerca de 21.000, incluindo:
    perto de 20.000 EQC
    cerca de 1.700 EQV
  • Total: cerca de 136.000 ou 6,2% do total

"As vendas de híbridos plug-in quase quadruplicaram para mais de 115.000 unidades. Aproximadamente 20.000 EQC foram entregues a clientes em todo o mundo. O EQV alcançou vendas de cerca de 1.700 veículos."

Mercedes-Benz EQC
Mercedes-Benz EQC
Mercedes-Benz EQV (2020) em teste
Mercedes-Benz EQV (2020)

Vendas da marca Smart

A marca Smart vendeu 38.391 carros, observando um grande colapso - uma queda de 67,1% na comparação ano a ano. Do lado positivo, cerca de 27.000 smarts elétricos foram vendidos (alta de 45,6% no ano a ano), em comparação com 18.400 unidades em 2019.

Em outras palavras, as vendas de elétricos Smart representam cerca de 70% do volume total.

"O maior mercado para Smart foi a Alemanha: lá, a forte demanda por modelos totalmente elétricos foi significativamente impulsionada pelo subsídio do governo alemão, que levou ao dobro das entregas de Smart elétricos (+104,9%)."

2020 smart EQ fortwo (Coupé)
Smart EQ fortwo 2020 (Coupé)
2020 EQ inteligente para quatro
Smart EQ forfour 2020

Vendas de furgões Mercedes-Benz

Por fim, o resultado das vendas de vans Mercedes-Benz (modelos comerciais) em 2020. O resultado geral foi de 325.771 emplacamentos (queda de 8,9%).

Desse total, quase 6.200 (mais que triplicou ano a ano) representam as vans elétricas: eVito e eSprinter. Isso responde por cerca de 1,9% do volume total.

"Ao mesmo tempo, o lançamento do eVito em novos mercados e o lançamento do eSprinter mais do que triplicou as vendas de veículos elétricos."

Marcus Breitschwerdt, chefe da Mercedes-Benz Vans disse:

"Estamos entrando no novo ano com confiança, pois atingimos números de vendas muito fortes nos últimos dois trimestres. No entanto, devido à pandemia global e vários bloqueios, vimos uma diminuição nas vendas de nossas vans. Nossas vans elétricas estão contribuindo positivamente para as vendas unitárias. Entregamos um total de quase 6.200 vans elétricas em todo o mundo. Na Europa, somos líderes de mercado nos segmentos de vans elétricas de médio e grande porte, cada uma com uma participação de mercado de mais de um terço".

Mercedes eVito 2018
Mercedes eVito
Mercedes-Benz eSprinter
Mercedes-Benz eSprinter

Resultados detalhados:

imagem_externa

Galeria: Mercedes-Benz Classe A 250e