Versões com proposta esportiva estarão disponíveis para os modelos Mokka-e e Corsa-e

Segundo matéria publicado no site Auto Express, a Opel e sua 'irmã' britânica Vauxhall pretendem resgatar suas respectivas divisões esportivas OPC e VXR até 2022, mas com uma novidade. A proposta agora será destinada inicialmente para o crossover Mokka-e e logo na sequência para o bem sucedido hatchback Corsa-e, ambos 100% elétricos.

Trata-se do primeiro modelo com o emblema VXR desde 2015. Em entrevista ao site britânico, o diretor-gerente da empresa Stephen Norman disse: “Vamos apresentar um VXR Mokka no início de 2022, e será com um motor elétrico”.

Galeria: Opel Mokka (2020)

Mas o curioso nisso tudo é que apesar da proposta esportiva, o retorno da versão OPC (ou VXR) não implicará em mais potência que o modelo regular. Questionado sobre isso, o executivo disse:

"Se você está perguntando sobre velocidade máxima e aceleração, temos mais do que o suficiente. Mas podemos agregar desempenho de outras maneiras."

Falando de potência, o novo Opel Mokka-e usa o mesmo trem de força comuns aos carros da PSA. O crossover terá baterias de íons de lítio de 50 kWh localizadas sob o assoalho e na área central do túnel. Elas alimentam um motor de 100 kW (136 cv) e 26,5 kgfm de torque, que garante aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 9 segundos e velocidade máxima de 150 km/h (limitada eletronicamente).

Como a Opel não pretende fazer mudanças no trem de força, a 'esportividade' deve ficar por conta de ajustes no chassis, suspensão, rodas e freios, além de uma direção mais comunicativa. Tudo isso, sem deixar de lado, é claro, o visual, que deve receber um 'kit tuning', tanto na parte externa, como na cabine, com bancos e volante esportivos, acabamento exclusivo e itens específicos.  

Sucesso antes da estreia

O novo Opel Molkka-e já está disponível para reservas na Europa desde setembro do ano passado com preço cheio de 32.990 euros (R$ 220.000), valor que cai para interessantes 23.420 euros (R$ 156.100) após o bônus ecológico de 9.570 euros (R$ 63.800) no caso da Alemanha

De acordo com a imprensa alemã, o carro tem sido um sucesso absoluto com relatos de que toda a produção do ano de 2021 já está vendida. As primeiras entregas estão previstas para começar até abril na maioria dos mercados da região. 

Fonte: AutoExpress