Após ter a questão dos incêndios nas baterias resolvido, o SUV híbrido plug-in agora lida com a escassez global de semicondutores

A Ford revelou o Escape 2020 no Salão do Automóvel de Nova York de 2019, prometendo que uma variante híbrida plug-in chegaria aos Estados Unidos em 2020. Mas isso não aconteceu. Em agosto, a marca norte-americana teve que interromper a venda do Kuga PHEV, a versão europeia do Escape, devido ao risco de incêndio com a bateria. 

Agora, a Ford enfim conseguiu resolver o problema na Europa, embora a produção para os Estados Unidos agora enfrente outro problema - a escassez global de semicondutores. No entanto, o atraso não deve durar muito mais tempo. 

Galeria: Ford Kuga PHEV

"Planejamos iniciar a produção do Escape PHEV ainda este ano", disse Mike Levine, gerente de comunicações de produtos da Ford América do Norte, ao Motor1.com, acrescentando que haverá mais detalhes posteriormente, conforme a empresa aproveite ao máximo suas "alocações de suprimentos de semicondutores".

A escassez de semicondutores causou estragos em uma indústria automotiva já combalida, com efeitos sentidos também aqui no Brasil. Um problema que força as empresas a encerrarem a produção ou iniciarem a montagem de carros sem os componentes elétricos cruciais.

Ford Kuga/Escape PHEV

A Ford parou de vender o Kuga PHEV na Europa em agosto do ano passado, após identificar um problema com a bateria que poderia causar superaquecimento e provocar em incêndios. O problema foi rastreado até "um tipo de contaminação na bateria do principal fornecedor", disse o porta-voz da Ford Europa, Jay Ward, ao Motor1.com. 

Ele acrescentou que a fábrica da Ford em Valência, Espanha, já voltou a produzir Kuga PHEVs "sem problemas e tem feito isso desde dezembro". A Ford na Europa já está quase finalizando a substituição das baterias dos carros afetados que foram vendidos antes da paralisação das vendas.

A Ford removeu o Escape PHEV de seu configurador em novembro, embora ele tenha reaparecido recentemente, o que nos faz acreditar que as entregas no mercado norte-americano não irão levar muito mais tempo. 

Equipado com um conjunto híbrido plug-in de 210 cv de potência, o Escape PHEV (Kuga PHEV) possui uma bateria de 14,4 kWh que garante autonomia em modo totalmente elétrico de 60 km com uma única carga. O preço inicial nos EUA é estimado em US$ 33.040 (R$ 181.900). 

No início do ano, após encerar a produção no Brasil, a Ford confirmou a chegada de um modelo híbrido plug-in para os próximos meses, que acreditamos ser o Escape PHEV (Kuga PHEV), que seria o primeiro veículo eletrificado da marca por aqui. No entanto, os problemas e atrasos na produção europeia estão afetando a chegada do modelo em vários mercados, inclusive aqui.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram