SUV híbrido plug-in teve o lançamentos nos EUA adiado após o recall na Europa

Em junho de 2020, alertamos que a Ford interrompeu as vendas do Kuga PHEV (Ford Escape em diversos mercados) devido ao risco de incêndio e os proprietários foram instruídos a não recarregarem seus veículos. Agora, a marca está adiando o lançamento de seu Escape PHEV (que está cotado para o Brasil) para 2021 nos EUA, após milhares de unidades do SUV passarem por recall na Europa pelos problemas com incêndios durante o carregamento.

A Ford tinha planos de iniciar a produção em série do Escape PHEV na primavera (outono no hemisfério sul), no entanto, acabou adiando a estreia para meados do ano, principalmente devido à pandemia COVID-19. Agora, os compradores terão que esperar ainda mais pelo novo SUV híbrido plug-in. Tudo por precaução depois que o Ford Kuga europeu, que compartilha motor e bateria com o Escape PHEV, ficou suscetível ao risco de incêndio. Mike Levine da Ford comentou:

"Estamos mudando a produção para o próximo ano, enquanto investigamos o que aconteceu com o Kuga na Europa. Nenhum foi vendido nos EUA"

Galeria: Ford Kuga PHEV

Falando do mercado norte-americano, tanto o Escape quanto o Escape Hybrid atualizado não estão vendendo tão bem quanto o esperado. Na verdade, as vendas caíram 32% este ano. Lembre-se, no entanto, de que as vendas de automóveis, em geral, caíram de um modo geral em meio do surto de coronavírus. Dessa forma, é seguro presumir que o Escape PHEV não quebrará recordes de vendas nos Estados Unidos.

A Ford está atualmente trabalhando em uma correção para seu Kuga PHEV para corrigir a falha de excesso de temperatura. Até agora, ocorreram apenas sete incêndios relacionados, todos na Europa. No entanto, 20.500 unidades do modelo passaram por recall. Curiosamente, as vendas do SUV híbrido plug-in representaram mais da metade das vendas totais do modelo na Europa no segundo trimestre de 2020.