Conheça o novo BYD EA1, um compacto urbano com a nova plataforma de última geração da marca

Entre as diversas novidades da BYD para o Salão de Xangai está o inédito BYD EA1, um carro elétrico compacto baseado na plataforma elétrica chamada "e-platform 3.0". Esta nova arquitetura também foi apresentada no evento chinês e foi criada com conceitos de vanguarda em termos de eletrificação. 

Falando do BYD EA1, é um carro urbano totalmente novo, o primeiro da linha de produtos "e". Durante o evento, a BYD mostrou várias versões do EA1, mas sem divulgar detalhes técnicos. Pela proposta e tecnologia, acreditamos que o carro tenha grande potencial de vendas na China. 

Galeria: BYD EA1

"Ele foi projetado pelo Diretor de Design Global da BYD, Wolfgang Egger, e é o primeiro modelo a adotar conceitos de design marinho e um novo logotipo, com o objetivo de criar uma maneira de viajar livre, única e divertida para jovens urbanos."

Contrariando as expectativas, que indicavam que novo carro elétrico da BYD seria um sedã elétrico de alto desempenho, o EA1 é um hatchback compacto, que pela proposta, poderia rivalizar com modelos como o Volkswagen ID.3 e o Nissan Leaf, por exemplo, embora aparente ser um pouco menor.  

Além de anunciar uma nova plataforma elétrica, a BYD também está propondo uma nova linguagem de design, que começará pelo EA1 com suas linhas suaves e pouco angulosas. A BYD está chamando este conceito de algo que podemos traduzir como "Estética Marinha", um desenho bastante aerodinâmico e que promete um impacto positivo no coeficiente de resistência do carro. 

BYD EA1

Em termos de acabamento interno, o novo compacto elétrico adota um estilo de design que aposta nas formas tridimensionais, que está na moda atualmente. Ao mesmo tempo, podemos ver que o EA1 contará com bastante espaço no porta-malas, considerando o seu tamanho.

Embora todos os detalhes técnicos ainda não tenham sido revelados, sabe-se que o novo carro elétrico está equipado com as novas e eficientes "baterias lâmina" (Blade) de fosfato de ferro-lítio que a BYD vai aplicar em todos os seus modelos a partir de agora.

Segundo a empresa, a arquitetura "e-platform 3.0" desenvolvida internamente possui sistema elétrico de 800 volts, capacidade de recarga ultrarrápida e permitirá aos carros aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos e autonomia de 1.000 km pelo ciclo NEDC, menos rigoroso que os padrões WLTP e EPA, então o número nesses padrões deve ficar mais próximo dos 600 ou 700 km, ainda assim muito expressivo.  

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram