Modelos a combustão não serão banidos logo de cara e, curiosamente, carros a gás natural serão considerados 'ecológicos'

Até 2030, uma série de medidas serão implementadas na Rússia para garantir uma certa parcela de carros verdes que não usam combustíveis fósseis na gama de modelos de todas as montadoras. Essa promessa foi feita pelo Ministro da Indústria da Federação Russa, Denis Manturov, em uma conferência na Alemanha.

De acordo com Manturov, citado pela agência de notícias russa TASS, carros verdes que não usam combustíveis fósseis incluem carros elétricos a bateria, carros elétricos a hidrogênio e, curiosamente, carros a gás natural:

"Para implementar uma eliminação gradual e suave dos carros movidos a combustíveis fósseis, planejamos definir requisitos para os fabricantes em termos de participação nas vendas de veículos verdes, a partir de 2030. Tendo em mente os carros movidos a hidrogênio, carros elétricos, e veículos a gás natural "

Galeria: Kamaz Kama 1 - carro elétrico russo

Hidrogênio

O titular do Ministério da Indústria e Comércio também deu ênfase no desenvolvimento de células a combustível de hidrogênio como fontes de eletricidade para diversos transportes, incluindo o fluvial e as ferrovias.

"Em termos de tecnologia, nos próximos dois a três anos, planejamos criar uma gama completa de equipamentos necessários para a infraestrutura de hidrogênio", afirmou

Conforme relatado, a operação de ônibus a hidrogênio pode ter início na Rússia em 2024. No mesmo ano, está programado o lançamento dos trens a hidrogênio como evolução de um projeto piloto realizado na ilha de Sakhalin.

O ministro não especificou quais medidas estão sendo discutidas para aumentar a participação dos carros elétricos na Rússia, mencionando apenas os incentivos econômicos. Este termo pode igualmente ser entendido como estímulo às vendas de veículos elétricos, impostos adicionais para os compradores e proprietários de carros a gasolina e diesel, ou ambos.

Metas para carros elétricos são uma tendência global. Vale lembrar, que, a partir de 2030, o Reino Unido irá banir os carros com motores de combustão interna. Pouco tempo depois, o mesmo acontecerá no Japão, em alguns estados dos Estados Unidos e em vários países asiáticos. Além disso, no período 2025-2040, diversas montadoras anunciaram que irão abandonar a produção de automóveis com motores movidos a combustíveis fósseis.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: TASS