O Grupo Hyundai aplicará US$ 7,4 bilhões até 2025 na maior economia do mundo

O Hyundai Motor Group (que inclui as montadoras Hyundai e Kia) anunciou um novo plano de investimento para os Estados Unidos. O objetivo é injetar US$ 7,4 bilhões na maior economia global até 2025 para produzir localmente carros elétricos das marcas Hyundai e Kia

Com o início de produção previsto para 2022, a Hyundai ainda não divulgou quais modelos serão fabricados localmente. Uma decisão que dependerá das condições de mercado e política para carros elétricos. Além dos elétricos, o grupo pretende investir também no desenvolvimento e produção de células a combustível de hidrogênio. 

Galeria: Hyundai Ioniq 5 - impressões

Hyundai e Kia estão atualmente ocupadas com o lançamento no mercado dos seus primeiros veículos elétricos baseados na plataforma E-GMP: o Hyundai Ioniq 5 e o Kia EV6. Ambos os modelos são produzidos na Coréia do Sul e serão vendidos globalmente.

José Muñoz, diretor de operações globais da Hyundai Motor Company e presidente e CEO da Hyundai Motor North America disse:

"Estou animado para fazer este anúncio em nome do Hyundai Motor Group. Este investimento demonstra nosso profundo compromisso com o mercado dos Estados Unidos, nossos revendedores e clientes. A Hyundai liderará o futuro da mobilidade nos Estados Unidos e em todo o mundo. Nossos esforços são uma prova positiva de que a Hyundai continuará a buscar a excelência em nossa linha de produtos atual e futura."

Sean Yoon, presidente e CEO da Kia North America acrescentou:

"Um elemento chave da transformação da Kia é a transição do motor de combustão interna para a eletrificação. Com nosso investimento estratégico nos Estados Unidos para produzir modelos elétricos, estamos fazendo grandes avanços para liderar o mercado de elétricos, mas também aumentar nossa contribuição para as economias onde fazemos negócios."

A Hyundai Motor Group também anunciou que vai expandir o ecossistema de hidrogênio dos EUA em colaboração com parceiros públicos e privados locais. Por enquanto, a empresa oferece - em escala limitada - apenas o modelo Hyundai NEXO, mas, assim como a Toyota, o grupo coreano tem grandes ambições em relação aos carros a hidrogênio.

Uma parte separada do investimento é a Urban Air Mobility (UAM), uma divisão dedicada a robótica e tecnologias autônomas. A Hyundai Motor Group adquiriu 80% da Boston Dynamics por US$ 1,1 bilhão para estabelecer sua presença no campo da robótica. 

Em termos de condução autônoma, o trabalho prossegue no âmbito da joint venture Motional (com a Aptiv). A Motional já está trabalhando em um Hyundai Ioniq 5 autônomo, sendo que o primeiro robotaxi será lançado (em uma escala limitada, provavelmente) em 2023.

Galeria: Kia EV6 GT