Este artigo é uma cortesia da EVANNEX, que fabrica e vende acessórios Tesla pós-venda. As opiniões expressas não são necessariamente as do InsideEVs, nem fomos pagos pela EVANNEX para publicar esses artigos. Achamos interessante a perspectiva da empresa como fornecedora de acessórios da Tesla e estamos felizes em compartilhar seu conteúdo gratuitamente. Aproveite!

Postado pela EVANNEX em 01 de novembro de 2021 por Charles Morris

O CEO do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, compreende bem como a eletrificação está avançando e, ao contrário da maioria dos outros líderes da indústria automobilística, está tomando medidas ousadas para garantir que sua montadora faça a transição energética.

Diess causou espanto há algumas semanas, quando convidou 120 executivos de alto nível para a sede da empresa em uma reunião de emergência, e disse-lhes que a VW precisa transformar suas fábricas para alcançar a Tesla. Mais recentemente, Diess causou ainda mais turbulência no mundo automotivo quando tomou a iniciativa ousada de convidar o CEO da Tesla, Elon Musk, para se dirigir a 200 executivos da Volkswagen através de uma chamada de vídeo.

elon-musk-ospite-di-volkswagen (1)

Diess disse que trouxe Musk como convidado surpresa para a reunião de executivos em Alpbach, Áustria, a fim de enfatizar a questão que a VW precisa se mover mais rápido para fazer a transição para a mobilidade elétrica, que Diess chamou de a maior transformação da história da marca. Ele quer que a VW tenha "decisões mais rápidas, menos burocracia, mais responsabilidade".

A diferença de produtividade entre a nova empresa de carros elétricos e a montadora tradicional é gritante. Quando a giga-fábrica da Tesla em Berlim estiver na ativa, o que deve acontecer até o final deste ano, estabelecerá novos padrões para a produção de veículos. De acordo com uma matéria recente no Business Insider, a Tesla poderá produzir um Model 3 em dez horas, três vezes mais rápido do que a VW fabrica um ID.3 em sua fábrica de Zwickau.

VW ID.3
Volkswagen ID.3 no Brasil

O próprio Diess disse que a Tesla lidou com a atual escassez global de chips melhor do que as montadoras tradicionais porque sua equipe de software foi capaz de reescrever o software da Tesla em apenas duas ou três semanas, a fim de permitir uma mudança para outro tipo de microchip mais facilmente disponível.

 

A decisão de Diess de convidar Musk fez barulho no Twitter, de haters que não gostam de Elon Musk, ou que acreditam que a mudança mostrou uma fraqueza que prejudicará a marca VW. No entanto, a grande maioria das reações ao alcance sem precedentes da postagem parece ser positiva.

Como disse Jameson Dow, do site Electrek, somos todos um "team electric". A verdadeira competição não está entre os veículos elétricos que serão lançados, mas entre o futuro elétrico e o passado que representa soltar fumaça. Os fabricantes de carros elétricos (e jornalistas da mobilidade elétrica) podem competir, mas também precisamos cooperar para acelerar o fim da Era do Petróleo.

Este artigo apareceu originalmente em Charged. Autor: Charles Morris. Fontes: ReutersElectrek