Cupê elétrico de quatro portas deve ter 590 cv e autonomia de 400 km

A Audi apresentou o conceito e-tron GT há um ano, durante o Salão de Los Angeles, ganhando muitos comentários positivos tanto dos fãs da marca quanto da imprensa. Depois de mostrar o e-tron Sportback na semana passada, durante a edição 2019 do evento, a fabricante já trabalha para apresenta a versão de produção do cupê elétrico no Salão de Los Angeles 2020.

É o que diz a revista britânica Autocar, que conversou com Mark Lichte, diretor de design da Audi. O executivo não deu muitos detalhes sobre os planos da Audi, mas deixou escapar que "daqui a um ano iremos apresentar nosso cupê aqui". Isso já deixa claro que mostrarão a versão final do cupê de quatro portas no evento, mantendo a tendência de sempre revelar um carro elétrico da empresa em Los Angeles.

Galeria: Audi e-tron GT concept 2019

Considerando o plano da Audi de lançar o e-tron Sportback no mercado europeu em meados de 2020 a partir de 71.350 libras (aproximadamente R$ 387,6 mil), é seguro assumir que as entregas do e-tron GT começarão apenas no 2º trimestre de 2021. Claro, isto é apenas uma hipótese baseada na estratégia atual de lançamentos da fabricante alemã.

O e-tron GT terá um tamanho bem próximo do A7 atual e com um formato de carroceria bem semelhante, com a diferença de ter balanços menores, consequência de não precisar de um cofre grande para o motor. O conceito apresentado há um ano tinha uma arquitetura com baterias de 90 kWh posicionadas sob o assoalho entre os eixos. O protótipo tinha uma autonomia estimada em 400 km, usando o ciclo de testes europeu WLTP, com uma potência máxima de 590 cv.

“A aceleração não é importante. O que importa é conseguir acelerar da mesma forma cinco, seis, sete vezes", disse Stefan Holischka, chefe de marketing de produto da Audi Sport, comentando sobre o conceito do e-tron GT no começo deste ano.