O Vision-S é simplesmente uma maneira de mostrar a tecnologia da empresa

A estreia do Sony Vision-S Concept Car na Consumer Electronics Show foi uma grande surpresa porque a marca não tem um histórico como montadora. A empresa posicionou o veículo como uma maneira de mostrar a tecnologia da empresa, mas ainda havia alguma suspeita de que a gigante japonesa da tecnologia estivesse testando as águas da indústria automobilística. Agora, o líder do projeto Vision-S Izumi Kawanishi, que também dirige a divisão de robótica da Sony, esclareceu em uma entrevista ao Impress Watch do Japão ao afirmar que a empresa japonesa não está pensando em se tornar um fabricante de veículos. Em vez disso, ele diz que o conceito é "a contribuição da Sony para a evolução dos carros".

Galeria: Sony Vision-S Concept

"Após a mudança de paradigma móvel por smartphone, deve haver uma grande mudança na mobilidade", disse Kawanishi ao Impress Watch. A Sony quer que o veículo mostre sua tecnologia de direção e sistemas de entretenimento para automóveis. O Vision-S é capaz de rodar de forma autônoma graças a 33 sensores que monitoram o exterior. A Sony pretende testar a tecnologia em rodovias ainda este ano.

"É o que podemos fazer com os carros como a Sony. Buscamos as possibilidades e tecnologias que podem contribuir para a evolução. O conceito é criar um espaço onde você possa relaxar e desfrutar da máxima segurança e proteção", disse Kawanishi ao Impress Watch.

Por dentro, o Vision-S apresenta um panorama de telas em todo o painel. Eles exibem os instrumentos do veículo ou entretêm os ocupantes exibindo filmes. O sistema 360 Reality Audio aumenta a experiência criando um efeito de som 3D colocando alto-falantes em cada assento. As telas em cada canto exibem vídeo das câmeras viradas para trás nos para-lamas, eliminando assim os retrovisores. Os ocupantes traseiros têm sua própria exibição na frente deles em cada encosto do banco.