São 14 cv a mais do que o inicialmente relatado

O Ford Mustang Mach-E de 2021 deve estar à venda nos Estados Unidos em menos de um mês, mas isso, obviamente, depende muito da evolução da situação com o coronavírus. De acordo com informações vazadas de uma concessionária Ford, o primeiro dia para realizar os pedidos deve ser 11 de maio e novos dados internos mostram que o crossover totalmente elétrico pode ser ainda mais poderoso do que se pensava inicialmente.

Quando a Ford lançou o Mach-E em novembro do ano passado, as especificações mostraram que você poderá ter variantes padrão e de autonomia ampliada, ambos nas versões com tração traseira e tração integral. A potência variou entre 258 cavalos (190 quilowatts) e 337 cavalos (248 kW) nas versões mais altas, além do GT. Acontece que os números reais de desempenho podem ser maiores.

Imagens vazadas do site de treinamento de revendedores da Ford, obtidas por membros do macheforum.com, revelam um aumento nos valores de potência e torque do Mustang Mach-E de 2021. Comparado com os números publicados pela Ford no ano passado, alguns dos modelos recebem um aumento de até 14 cv. Abaixo estão todas as alterações, conforme relatado por um membro do fórum.

Galeria: Ford Mustang Mach-E 2020

RWD Standard Range Mach-E:

269 cv / 43,8 kgfm / 198 kW​
(+11 cv, +1,5 kgfm, +8 kW a mais que a especificação inicial)​


RWD Extended Range Mach-E:

294 cv / 43,8 kgfm / 216 kW​
(+8 cv, +1,5 kgfm lb-ft, +6 kW a mais que a especificação inicial)​


AWD Standard Range Mach-E:

269 cv / 59,1 kgfm / 198 kW​
(+11 cv, +1,5 kgfm, +8 kW a mais que a especificação inicial)​


AWD Extended Range Mach-E:

350 cv / 59,1 kgfm / 258 kW​
(+14 cv, +1,5 kgfm, +10 kW a mais que a especificação inicial)​

 

A porta-voz da Ford, Emma Bergg, se recusou a comentar os detalhes do relatório do macheforum.com, dizendo ao Motor1.com  "Vamos compartilhar mais detalhes sobre o Mustang Mach-E em data mais próxima do lançamento".

Até agora, a única coisa que a Ford tem são reservas de potenciais clientes - nenhum pedido real de veículo foi feito. A produção do modelo está programada para começar no 3º trimestre, mas, novamente, esses eram os planos da Ford antes do surto de coronavírus, o que significa que há a possibilidade de alguns atrasos.