Marca alemã criou a Artemis como o time de carros elétricos de alta eficiência

Com o objetivo de desburocratizar e agilizar os processos de inovação tecnológica, a Audi anunciou nesta sexta-feira (29) a criação da divisão Artemis. A primeira missão deste novo time é trabalhar no desenvolvimento de um inédito carro elétrico com condução autônoma que chegará ao mercado em 2024. 

O time Artemis tem como objetivo criar veículos elétricos equipados com sistemas de direção altamente automatizados e outras tecnologias de forma mais rápida - a Audi quer se tornar mais competitiva e ter condições de implementar recursos tecnológicos com a agilidade e descentralização que a Tesla faz, por exemplo. 

Galeria: Audi e-tron (BR)

Para se destacar nesse segmento de carros tecnológicos, o modelo da industria automobilística tradicional, onde o ciclo de produção de um novo carro pode levar de cinco a sete anos, não é suficiente. A iniciativa Artemis foi criado pelo CEO da Audi, Markus Duesmann, com o objetivo de "desenvolver um modelo pioneirao para a Audi de maneira rápida e sem burocracia".

Duesmann também comentou sobre o anúncio:

"As marcas do Grupo Volkswagen representam excelentes tecnologias - e têm potencial para muito mais. Com 75 modelos elétricos planejados até 2029, a atual iniciativa elétrica do Grupo Volkswagen naturalmente vincula todas as nossas capacidades. A pergunta óbvia era como poderíamos implementar benchmarks adicionais de alta tecnologia sem comprometer a capacidade de gerenciamento dos projetos existentes e, ao mesmo tempo, utilizar novas oportunidades nos mercados."

A equipe Artemis será liderada por Alex Hitzinger, engenheiro responsável pela direção autônoma inteligente (AID) da Audi, a subsidiária lançada em 2017 e que posteriormente foi absorvida pela startup Argo AI, que por sua vez recebeu um aporte de US$ 2,6 bilhões recentemente.

De acordo com o novo CEO, a equipe da Artemis "terá um alto grau de liberdade" e funcionará globalmente, mas será baseada no centro de alta tecnologia do INCampus em Ingolstadt, na Alemanha.

A empresa alemã ainda não revelou detalhes ou especificações sobre este inédito carro elétrico. O que se sabe é que ele será elétrico e não irá brigar com nenhum outro modelo da marca. Todavia, suas tecnologias poderão ser aproveitados por outros veículos do Grupo Volkswagen.