Chefão diz que não vê nenhum líder em tecnologia de lítio.

  • CEO da Audi está confiante no futuro de eletrificação da marca
  • Audi é uma das montadoras com estratégia mais sólida para veículos elétricos

A Focus.de achou que seria uma boa ideia promover um debate entre o Primeiro Ministro da Baviera, Markus Söder, e o CEO da Audi, Markus Duesmann. Um dos tópicos de discussão era se a Tesla havia derrotado os alemães na corrida de carros elétricos. Segundo Duesmann, a Audi está "caminhando com as botas de sete milhas".

As Botas de Sete Léguas são um elemento do folclore europeu. Nessas histórias, as botas funcionam como uma maneira de executar tarefas importantes de forma mais rápida. Cada passo de quem as usa corresponde a sete léguas. Como Duesmann trocou milhas por léguas, pode ser que em outras palavras o CEO quis dizer que a Audi está indo rápido, mas não tanto quanto o conto de fadas permite. 

Galeria: Audi Q4 Sportback E-Tron Concept 2021

Ele também disse que não vê a Tesla com nenhuma vantagem no que diz respeito à tecnologia de lítio. Esse é o mesmo argumento que Bob Lutz usa quando diz que a empresa não pode fazer nada a respeito para se destacar da concorrência e que qualquer pessoa pode criar uma bateria semelhante.

Apenas nos perguntamos se Duesmann está ciente do Battery Day da Tesla ou se ele acabou de o aceitar como mais uma das promessas de Elon Musk que não se materializam ou levam muito tempo para acontecer.

Projeto Audi Artemis dará à empresa um carro elétrico altamente eficiente

Nesse sentido, e com o Battery Day da Tesla sendo constantemente adiado, Duesmann está certo no momento. Ele não estaria se estivesse falando sobre as chinesas SVolt ou a CATL, que podem vender a Audi suas baterias de mais de 1 milhão de quilômetros a qualquer momento, a propósito. Provavelmente, é isso que deixa Duesmann confiante de que sua empresa oferecerá veículos elétricos mais competitivos em breve.

Essa confiança é compartilhada por Söder, que afirma ser um grande admirador de Elon Musk. Independentemente disso, ele acha que outros carros podem oferecer o que os veículos da Tesla oferecem e que a engenharia alemã pode ficar à frente da concorrência.