Batizado localmente como Kia K3 EV, elétrico estreia no Salão de Chengdu na China

  • Kia Cerato elétrico (Kia K3 EV) estreia na China com motor de 184 cv de potência 
  • Versão 100% elétrica tem bateria de 56 kWh e autonomia para 490 km 

Revelado ao público em dezembro de 2019 no Salão de Guangzhou, na China, o Kia K3 EV, nome local para o Kia Cerato elétrico, sofreu várias mudanças no cronograma de estreia. Inicialmente prevista para setembro, a estreia oficial foi antecipada para junho e, por fim, com a pandemia, acabou ficando para o fim de julho, durante o Salão de Chengdu. 

Apesar de ter sido revelado no ano passado, o interior do Kia Cerato elétrico ainda era desconhecido e está sendo revelado oficialmente neste evento. Ele é basicamente o mesmo da versão a combustão, com um temática de vários elementos na cor azul para realçar a sua nova identidade genética. 

Galeria: Kia Cerato elétrico (K3)

O interior conta com acabamento revestimento na cor preta, mas elementos como as costuras dos bancos e volante, saídas de ar e o friso que percorre painel são na cor azul. A cabine ostenta ainda um novo volante multifuncional, tela da central multimídia suspensa, painel de instrumentos digital e um botão seletor de marchas no lugar da tradicional alavanca.

Na comparação com o Kia Cerato regular, o visual externo desta versão eletrificada se difere por detalhes como a grade frontal fechada e a faixa decorativa azul na dianteira, além das falsas saídas de escape na traseira. Enquanto na versão híbrida plug-in o modelo usa rodas com baixa resistência ao vento, curiosamente nesta versão 100% elétrica ele volta às rodas tradicionais, de estilo mais esportivo. Além disso, o bocal de carregamento fica no lado direito da grade frontal.

O Kia Cerato elétrica está equipado com um propulsor elétrico produzido pela Continental Automotive Systems (Tianjin) Co., Ltd., que entrega 184 cv (135kW) de potência. Ele é alimentado por uma bateria de lítio de 56,5 kWh que garante autonomia de até 490 km pelo padrão de medição NEDC. 

A nova variante elétrica será vendida ao lado das atuais versões a combustão e híbrida plug-in. Até o momento não há previsão de chegada desta versão elétrica ao Brasil. 

Fonte: AutoHome