Trata-se de uma versão híbrida leve equipada com o motor 2.0 Skyactiv-G

  • Mazda MX-30 foi lançado neste ano como elétrico e já ganha nova variante híbrida
  • Baixa autonomia da versão elétrica (200 km) pode ter motivado o lançamento desta versão

Com o passar do tempo os carros movidos a combustão foram sendo adaptados para a propulsão elétrica e mais recentemente começaram a surgir as plataformas elétricas. Ou seja, carros criados desde o zero para serem elétricos. Assim aconteceu com o Mazda MX-30, concebido como um veículo elétrico, mas que agora recebe uma inesperada versão híbrida leve

Durante o evento automobilístico ('Automobile Council') em Tóquio, a Mazda comemorou o centenário da marca e surpreendeu os participantes com a estreia mundial da versão híbrida leve do Mazda MX-30. Ainda sem muitos detalhes revelados, a nova variante será lançada até o fim do ano.

Galeria: Teste: Mazda MX-30 (2020)

Em termos mecânicos, o MX-30 híbrido leve (MHEV) será equipado com o motor 2.0 litros Skyactiv-G 2.0 que trabalha em conjunto com um propulsor elétrico de 7 cv alimentando por uma bateria de íon de lítio de 0,17 kWh - o sistema elétrico é de 24V. Nesse sistema, o motor elétrico pode tirar o carro da imobilidade e poupar o propulsor a combustão em algumas situações. Outra tecnologia que ajuda a reduzir o consumo é a desativação de cilindros.

Já a versão elétrica, lançada neste ano, conta com um motor elétrico de 107 kW (145 cv) de potência e 27,0 kgfm de torque máximo com uma bateria de íon de lítio de 35,5 kWh. Um ponto fraco é a autonomia de apenas 200 quilômetros pelo padrão (WLTP) e talvez esteja aí o motivo do lançamento precoce desta nova variante híbrida. 

Fonte: Motorpasion