Subcompacto elétrico tem planos de lançamento no país vizinho

  • Volkswagen e-up! fará testes de adaptação e irá avaliar a receptividade
  • Se o lançamento for confirmado, será o primeiro eletrificado da marca alemã no país vizinho

Com o plano de ser lançado na Argentina anunciado no início do ano, o Volkswagen e-up!, versão 100% elétrica do subcompacto, chega ao país vizinho para testes. Ainda não é uma confirmação oficial, mas o movimento da marca alemã deixa claro o interesse em lançar o carrinho urbano no país.

O CEO da VW Argentina, Thomas Owsianski, anunciou a chegada do primeiro e-up! ao país com a seguinte fala: "Eu estava testando o primeiro veículo e-up!, alimentado 100% por energia elétrica. É o passo inicial de um programa que desenvolveremos na Argentina e do qual darei mais detalhes em breve. Mesmo em tempos difíceis, continuamos comprometidos com a inovação."

Galeria: Volkswagen e-up! 2020

Com visual praticamente igual ao da versão a combustão, o up! elétrico se diferencia externamente por elementos como o bocal de carregamento e ausência das saídas de escape. Sempre vale lembrar que este exemplar é o modelo europeu, que mede 3,60 metros de comprimento (o brasileiro possui 3,68 metros), sem contar o porta-malas menor (251 litros contra 285 litros do nacional). 

Em termos de propulsão, o VW e-up! possui um motor elétrico de 82 cv de potência e 21,4 kgfm de torque alimentado por uma bateria de íon de lítio de 36,8 kWh. O sistema garante aceleração de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos e velocidade máxima de 135 km/h. A Volkswagen declara autonomia de 255 km com uma carga.

Caso o lançamento do e-up! se confirme na Argentina, será o primeiro veículo eletrificado da marca alemã no país - o Golf GTE híbrido plug-in não foi lançado no país vizinho. No caso do Brasil, o pequeno elétrico até hoje não teve o lançamento confirmado. A julgar pela estratégia da marca alemã, as chances são pequenas uma vez que a prioridade em termos de eletrificação para o nosso mercado será dada a veículos maiores, principalmente SUVs. 

Fonte: Autoblog