Desenvolvimento do hipercarro híbrido passa para a fase de testes na pista.

  • Mercedes-AMG One de produção terá mais de 1.000 cv de potência 
  • 275 exemplares do hipercarro já foram vendidas ao preço de US$ 2,75 milhões cada

Por um tempo, parecia que o Mercedes-AMG Project One nunca se tornaria realidade. Depois que o conceito estreou em 2017, o hipercarro inspirado na F1 foi adiado devido a ajustes no trem de força, e novamente em 2019 por questões semelhantes. Mas, com o tempo, continuamos vendo fotos de flagras e vídeos de desenvolvimento, sugerindo que o Project One ainda está em andamento. E agora, a Mercedes-AMG carimbou essa promessa com uma nova série de imagens e vídeo.

A propósito, o Project One se refere ao projeto de desenvolvimento, enquanto o carro em si é chamado apenas de Mercedes-AMG One - nada confuso, certo? De acordo com a Mercedes-AMG, o Project One agora mudou do teste estático para o teste da vida real em uma pista, como evidenciado pelo vídeo abaixo. Pela primeira vez, os engenheiros colocaram o trem de força finalizado no carro também. Trata-se de uma versão de estrada do V6 de 1,6 litro com turbocompressor que impulsiona os carros de Fórmula 1. Combinado com três motores elétricos, espera-se que o motor do One produza mais de 1.014 cv (746 kW) e gire até 11.000 rpm.

Galeria: Mercedes-AMG One - novo flagra

Vídeos de flagras anteriores do carro mostraram um motor um tanto monótono, que deixou os entusiastas desanimados. Não se preocupe, a AMG diz que foi apenas uma fase de testes - o ronco do motor do anúncio de hoje é muito mais próximo do que podemos esperar de um carro pronto para produção. O mesmo uivo baixo e o zumbido elétrico estão lá para todos ouvirem, fazendo a ponte entre o carro de rua e o carro de corrida.

As entregas ainda estão previstas para começar no ano que vem, é claro, evitando quaisquer atrasos relacionados à pandemia. Todos os 275 exemplares do carro estão vendidos, pela bagatela de US$ 2,75 milhões (R$ 15.170.000) cada.

Fonte: Mercedes-AMG