Segundo a Car Magazine o acordo já foi assinado e precisa de autorização do conselho do Grupo VW.

A principal notícia dos últimos dias pode não ser a estreia de um novo modelo, já que a atração principal desta semana pode ser uma aquisição. Estamos usando "pode" porque nada é oficial até o momento, mas a Car Magazine está relatando que o Grupo Volkswagen decidiu transferir a marca de elite Bugatti para a fabricante de hipercarros elétricos Rimac Automobili.

De acordo com fontes próximas ao assunto, o negócio foi aprovado pelos executivos da VW na semana passada, mas o conselho fiscal ainda não deu seu selo de aprovação final. Uma parte da Bugatti ainda teria tecnicamente laços com o Grupo VW levando em consideração que a Porsche tem uma participação de 15,5% na Rimac. Além disso, a Car Magazine relata que o acordo com a marca Croata de hipercarros envolveria a Porsche tendo uma participação maior na Rimac.

Galeria: Bugatti Chiron, Veyron, and EB110 Pose In Dubai

Aparentemente, o Grupo VW não está mais interessado em despejar dinheiro na marca baseada em Molsheim após a saída de Ferdinand Piech do conglomerado em 2015. Ele faleceu em 2019, com a Lamborghini homenageando-o ao renomear seu primeiro modelo de produção eletrificada para Sian FKP 37 após suas iniciais e o ano em que nasceu - 1937.

A publicação britânica aponta que a família Piech ainda tem 50% do controle acionário do Grupo VW, e a única maneira de convencê-los a vender a Bugatti seria tornar a Porsche um beneficiário da troca. O objetivo final é que a marca de Stuttgart aumente sua participação na Rimac para 49%. Nos últimos anos, Hyundai/Kia, Koenigsegg, Jaguar e Magna também investiram em uma empresa nascida há apenas 11 anos.

Galeria: Bugatti Vision Le Mans concept

Mas espere, porque ainda tem mais. A Bugatti aparentemente não é a única marca sob o enorme guarda-chuva do Grupo VW que poderia ser vendida. A matéria prossegue dizendo que Lamborghini, SEAT, Italdesign e Ducati estão todos "sob averiguação". Acredita-se que a VW já tenha negociado com investidores potenciais, mas a pandemia do coronavírus desacelerou os negócios.

O relatório termina com mais um furo interessante. Espera-se que a Bugatti revele no final do próximo mês uma variante única do conceito Vision Le Mans (fotos acima) como um hipercarro elétrico de pista.