Lynk & Co. revela o Zero Concept antes da estreia no Salão de Pequim

Faltando poucos dias para o Beijing Motor Show (Salão do Automóvel de Pequim), que abre as portas no dia 26 de setembro, a marca premium de veículos eletrificados da Geely, Lynk & Co, revelou o seu primeiro carro 100% elétrico, o Zero Concept.

O Zero é um crossover elétrico a bateria, com dimensões semelhantes às do Ford Mustang Mach-E, do Volkswagen ID.4 e do Tesla Model Y. O Zero Concept (ou o que quer que seja chamado na versão de produção) não competirá apenas com esses modelos citados na China, já que a Lynk & Co está planejando ser uma marca global. 

Galeria: Lynk & Co Zero Concept

O Lynk & Co Zero Concept emprega a Arquitetura de Experiência Sustentável (SEA) da Geely. O SEA será usado em uma variedade de futuros veículos elétricos do grupo Geely. A empresa também tem planos de licenciar a plataforma para outros fabricantes, da mesma forma que a Volkswagen está disposta a compartilhar a plataforma MEB com outros fabricantes de veículos elétricos, pelo preço certo, é claro. 

O SEA é uma plataforma "skate" com aparência bem trivial, com uma bateria sob o assoalho do compartimento do passageiros e espaço que permite qualquer combinação de configurações dianteira, traseira, tri-motor e até mesmo extensor de autonomia. 

Na dianteira, o capô inclinado segue o estilo de outros veículos da marca, com alguma inspiração no design dos modelos da Porsche, e realmente é quase inevitável olhar para a vista lateral do veículo sem lembrar imediatamente de um Jaguar I-Pace.

A Lynk & Co promete uma autonomia de 700 km, mas isso pelo critério mais "generoso" do padrão NEDC. Ainda assim, usando nosso padrão de conversão para o critério EPA, o Zero obtém um alcance de 483 km, que seria aproximadamente o mesmo que o Model Y e o Mach-E, e oferece cerca de 80 km a mais que o ID.4 pelo EPA. 

A maioria das especificações serão reveladas durante o Salão de Pequim, mas a marca adianta que o Zero Concept irá acelerar de 0 a 96 km/h em menos de 4 segundos. O que é, por incrível que pareça, uma espécie de "média" para a dura competição que ele irá enfrentar.