Não há detalhes sobre as atualizações do trem de força

O Tokyo Auto Salon é sempre um evento fascinante com alguns conceitos e criações nada convencionais sendo exibidas por lá. Embora a edição de 2021 tenha se tornado totalmente digital devido às preocupações com o coronavírus, o evento não deixou de ter revelações divertidas. A Honda está lá com um carro de corrida totalmente elétrico baseado no Honda E. Chama-se e-Drag, e a Honda foi além do que simplesmente dar um visual bacana ao carro.

A Honda usará um polímero reforçado com fibra de carbono para os painéis da carroceria do carro, embora atualmente apenas o teto seja feito desse material. Os novos painéis da carroceria também apresentarão uma estrutura de montagem simplificada para reduzir ainda mais o peso do veículo. A Honda também pegou emprestadas as rodas do NSX para o e-Drag. São unidades de 17" de que a marca japonesa montou pneus slicks de corrida. A Honda também montará uma suspensão atualizada para ajudar a despejar a potência do carro no solo.

Galeria: Honda e-Drag

Na página do anúncio (em japonês), a Honda disse que queria usar o torque instantâneo do motor elétrico a partir do momento da rotação para ajudar a entregar as características de um carro com tração traseira. Não há informações sobre quais alterações serão feitas no trem de força do Honda E, no entanto. A versão para as ruas tem duas opções de potência - 136 cv (100 kW) e 154 cv (113 kW). O torque máximo é de 32,1 kgfm. Uma arrancada da imobilidade até 100 km/h leva cerca de oito segundos, um número que irá cair no leve e-Drag.

Até o final do mês, as pessoas podem votar em uma das três pinturas que a Honda aplicará ao carro quando estiver completo. A marca anunciará a pintura vencedora no próximo mês. O e-Drag é apenas uma das várias revelações peculiares no Auto Salon deste ano, que se junta a outros como o Honda N-Van Mobile Cafe e muito, muito mais.