A General Motors anunciou nesta quinta-feira (29) um investimento de US$ 1 bilhão em um complexo de manufatura no México para produzir carros elétricos e componentes relacionados. 

O alvo do novo investimento é o Complexo de Ramos Arizpe, que atualmente produz os modelos Chevrolet Blazer e Equinox, além de motores e transmissões. Com 40 anos de atividades, a fábrica atualmente é uma grande unidade produtiva que emprega 5.600 funcionários. 

Galeria: GMC Hummer SUV

Após a adaptação e modernização, o plano seria expandir a capacidade da fábrica para começar a produzir carros elétricos em 2023 (algo que a empresa ainda não declarou oficialmente), ao lado dos modelos atuais. Até o momento, a GM não detalhou quais modelos serão feitos no local, mas acreditamos na possibilidade de que sejam SUVs elétricos grandes das marcas Chevrolet e Honda, com base no mais recente acordo de parceria entre as empresas.  

Este anúncio representa também a quinta fábrica com produção de veículos elétricos da GM na América do Norte, depois de duas em Michigan (Orion e Factory Zero), Spring Hill, Tennessee e CAMI, em Ontário, Canadá. 

gm fabrica mexico ramos (1)

A GM está montando uma grande infraestrutura para a eletrificação, que além das fábricas já citadas, contará também com duas fábricas de células de bateria construídas em parceria com a LG Chem

Este é o primeiro passo da 'revolução elétrica' que a GM pretende fazer, com o lançamento posterior de veículos elétricos em praticamente todos os segmentos. Atualmente, a marca produz os elétricos Chevrolet Bolt EV e Bolt EUV na planta de Orion. 

Repercussão negativa nos Estados Unidos

Conforme esperado, o United Auto Workers (UAW), que representa os trabalhadores norte-americanos não ficou nada satisfeito com o anúncio da GM. O vice-presidente do UAW, Terry Dittes, disse em comunicado:

Em um momento em que a General Motors está pedindo um investimento significativo do governo dos EUA para subsidiar veículos elétricos, isso é um tapa na cara não apenas dos membros do UAW e suas famílias, mas também para os contribuintes dos EUA e a força de trabalho americana.

Por sua vez, a GM deu a seguinte resposta:

Recentemente, anunciamos quase 9.000 empregos e mais de US$ 9 bilhões em novas fábricas de veículos elétricos ou baterias em Michigan, Ohio e Tennessee.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram 

Fonte: Reuters

Galeria: Fábrica Zero GM