Porsche Impact tem como meta emissões negativas de CO2 e emprega o Porsche Taycan como safety car

Comprometida com o acordo climático de Paris, a Porsche sustenta diversas iniciativas para a redução de emissões nocivas. Nesse propósito, a fabricante de carros esportivos passa a incluir a categoria Porsche Cup nessa estratégia, que inicia a temporada 2021 no Brasil neste fim de semana dando início ao programa de compensação de CO2 Porsche Impact.

Trata-se de um anúncio importante, pois será o primeiro evento de motorsport da Porsche no planeta a aderir a este programa. Ao total serão compensadas 700 toneladas de CO2.

Em uma temporada, a circulação dos carros de competição mais produzidos no planeta pelas pistas brasileiras e a operação logística de promoção das nove etapas da categoria representam 350 toneladas de CO2. A quantidade a ser neutralizada neste ano corresponde ao dobro da pegada de carbono deixada pela categoria.

paludo-salta-na-frente-porsche

Nas pistas brasileiras a adesão da Porsche Cup ao Porsche Impact também será simbolizada pelos carros de serviço, tanto o safety-car quanto o medical car. O safety-car pela primeira vez na história da maior categoria monomarca latino-americana será o Porsche Taycan, o primeiro modelo 100% elétrico da marca. O carro médico será o Porsche Cayenne E-hybrid.

"O automobilismo sempre funcionou como campo de prova para o desenvolvimento da indústria automotiva. Milhares de soluções hoje disponíveis nos carros de passeio surgiram nas pistas de competição. É muito gratificante ‘importar’ para o contexto das corridas uma solução bem-sucedida inicialmente desenvolvida para os consumidores dos carros de rua."

"Porsche Impact é uma ferramenta formidável pois possibilita uma abordagem sustentável sem abrir mão do prazer da pilotagem esportiva. A Porsche Cup se orgulha de ser a primeira categoria brasileira –e possivelmente a pioneira nos autódromos de todo o mundo– rumo à neutralização de carbono" afirma Dener Pires, promotor da Porsche Cup Brasil.

Como medidas específicas, todas as plantas globais da Porsche já são neutras em carbono desde o início do ano: Zuffenhausen desde 2020, seguida por Weissach e Leipzig em janeiro de 2021. Além disso, o objetivo é investir mais de 1 bilhão de euros em medidas de descarbonização ao longo dos próximos dez anos.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram