Criado pela britânica Integral, chama-se e-Drive: tem diferentes versões de potência e está pronto para entrar em produção

O carro elétrico está sempre em busca de eficiência. Eficiência que depende muito das baterias, o principal gargalo, mas que na verdade é influenciada por vários fatores, principalmente os motores, que nem sempre são lembrados. 

Os motores são um componente no qual há grandes investimentos. Os de primeira geração já têm um excelente desempenho, mas no futuro será possível fazer muito melhor. As últimas novidades neste sentido vêm da Inglaterra, onde a divisão e-Drive da empresa Integral Powertrain, que há mais de 20 anos desenvolve tecnologias de propulsão elétrica de ponta, apresentou a nova família CTSM242 com recursos extremamente interessantes.

Galeria: E-Drive integral - motores de alto desempenho

Tecnologia versátil

Produzidos na nova fábrica de Milton Keynes de acordo com os padrões da indústria automotiva, os novos motores elétricos são baseados na Core Technology, uma arquitetura própria que combina um design meticuloso da parte eletromagnética com um sistema de gerenciamento térmico que resfria o estator e o rotor.

Esses motores não são uma novidade absoluta: eles já tiveram inúmeras apreciações no setor de hipercarros e carros de alto desempenho, segmentos nos quais encontraram aplicação até agora. No entanto, graças a investimentos consideráveis, a empresa britânica decidiu estender o uso desses motores em categorias de automóveis mais tradicionais. Por isso apresentou 3 novas versões mais "acessíveis".

Desempenho excepcional

Os novos motores da família CTSM242 são muito compactos. Eles pesam apenas 30 kg. Na versão mais potente, porém, eles são capazes de desenvolver uma potência de 400 kW (544 cv) e um torque máximo de 53 kgfm. Esses valores garantem uma potência de pico de mais de 12,5 kW/kg. 

Isso, atingindo uma velocidade de rotação máxima de 15.000 rpm. Em combinação com o inversor SiC, também desenvolvido pela Integral Powertrain, com velocidades de rotação reduzidas para 7.500 rpm, esses mesmos motores podem ter uma eficiência próxima a 97%. Esses motores estão prontos para entrar em produção, que a Integral Powertrain gerenciará internamente em uma nova fábrica. Serão eles capazes de vencer os motores inteligentes de alguns concorrentes que garantem eficiência semelhante?

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram