A Ford entregou oficialmente o primeiro Ford Mustang Mach-E produzido na China (MIC) na semana passada. Enquanto o Mach-E destinado ao mercado norte-americano e europeu é produzido no México, o modelo para os chineses agora tem produção local na fábrica da Changan Ford em Chongqing desde 18 de outubro de 2021.

"Entre os clientes que receberão o veículo está o executivo de anúncios e fã do Mustang Jin Zhang, que usará seu Mach-E como veículo familiar. Ele é retratado sendo entregue as chaves de seu novo Mach-E por Mark Kaufman, gerente geral da Ford China BEV Division."

Um diferencial interessante da Ford na China é que seus carros elétricos novos são vendidos diretamente aos clientes, e não por concessionárias. De acordo com a empresa, a rede de pontos de venda exclusivos para clientes conta com 25 lojas no país.

Mustang Mach-E GT em Grabber Blue e Cyber Orange Metálico
Mustang Mach-E GT Cyber Laranja

Não sabemos quantos carros foram entregues no primeiro lote, mas imagens indicam que havia vários carros entregues em uma das lojas. Enquanto isso, em novembro, a Ford vendeu nos EUA mais de 3.000 unidades do SUV elétrico Mach-E. Recentemente, o fabricante liberou mais capacidade de bateria para um alcance um pouco maior e melhorou a velocidade de carregamento rápido.

De acordo com o CEO da Ford, Jim Farley, é hora de se concentrar nos três primeiros modelos (Mach-E, Ford F-150 Lightning e Ford E-Transit) em vez de lançar modelos novos, o que resultará em uma taxa de produção muito maior do Mach-E no curto prazo. A meta é superar a marca de 200.000 unidades por ano até 2023 na América do Norte e Europa.

Só o tempo dirá como será o desempenho de vendas do Ford Mustang Mach-E na China, que tem se revelado um mercado de veículos elétricos extremamente competitivo.