Marca alemã diz que vai acompanhar o mercado para definir seus projetos futuros

  • Volkswagen promete entre 70 e 80 veículos elétricos até 2027
  • Marca alemã olha com atenção o segmento de picapes elétricas

Não são poucas as marcas que apostam no segmento de picapes elétricas, sejam montadoras como a Tesla, Ford e GM, ou startups como a Fisker e Rivian. Elas estão de olho em um mercado que está prestes a surgir e parece bastante promissor. No entanto, grupos como a FCA e a Volkswagen, afirmam que vão esperar um pouco e ver como a coisa evolui para então colocar em prática seus planos. 

No caso específico da Volkswagen, podemos dizer que a nova plataforma MEB (exclusiva para carros elétricos) permite uma ampla gama de modelos, sendo o menor deles o recém-lançado ID.3 e o maior da família o protótipo ID. Buzz, que dará o origem a Kombi elétrica, um modelo que já está confirmado para o Brasil no futuro. 

Galeria: Picape Rivian R1T

Agora voltando ao tema de uma possível picape elétrica da marca alemã, Thomas Ulbrich, membro do conselho de administração da Volkswagen para mobilidade elétrica, comentou sobre o assunto durante uma entrevista ao site Autoblog:

"É uma discussão difícil ter um Amarok ou um carro similar usando a tecnologia elétrica. Estamos vendo o que a Rivian está fazendo, porque normalmente é difícil acreditar que um carro como a Amarok, por exemplo, possa ser eletrificado. Mas, no entanto, passo a passo, nossa investigação e pesquisa nos fazem pensar que isso se torna cada vez mais possível. Ao tornar essa tecnologia cada vez mais robusta, um veículo como a Amarok seria elétrico".

Naturalmente ainda não é uma confirmação de que a Volkswagen irá produzir uma picape elétrica, em que pese a sua prometida ofensiva de carros elétricos. Vale lembrar ainda que a atual parceria com a Ford vai garantir uma nova Amarok como um modelo rebatizado da futura Ford Ranger. Se a marca alemã realmente for apostar em uma caminhonete eletrificada, terá ainda que encontrar uma plataforma adequada para o projeto. A conferir. 

Fonte: Autoblog