Montadora espera vender 500.000 ID.4 por ano e confirma o desenvolvimento do ID.1. E ainda tem a bateria de estado sólido

Há uma grande expectativa em torno da apresentação do Volkswagen ID.4, o primeiro SUV derivado da já famosa plataforma de carros elétricos MEB, que a fabricante alemã venderá em todos os principais mercados mundiais: EUA, Europa e China e em um segundo momento até mesmo aqui no Brasil.

O veículo será revelado oficialmente em 23 de setembro, somente um dia após o Tesla Battery Day, mas já existe muita informação divulgada sobre o modelo chave para o futuro elétrico da VW, pelo menos tanto quanto o ID.3. Partindo do interior, que já conhecemos, para chegar a uma carroceria cada vez menos camuflada. 

Galeria: Volkswagen ID.4 - camuflado

500.000 ID.4 por ano

Basta dizer que até 2025 a empresa pretende vender 1,5 milhão de carros elétricos no mundo e que um 1/3 desse volume será representado pelo ID.4. E é por isso que, além da fábrica de Zwickau, na Alemanha, onde a produção já começou, o SUV também será produzido na China e nos EUA.

Nos Estados Unidos, em particular, a Volkswagen investiu grandes somas de dinheiro para expandir a fábrica de Chattanooga, no Tennessee. Mas globalmente, em apoio à mobilidade elétrica, o grupo alemão alocou a bagatela de 11 bilhões de euros. "Somente desta forma - disse Ralf Brandstatter, CEO da marca Volkswagen em um comunicado recente - poderíamos nos tornar o primeiro fabricante de carros elétricos do mundo".

Volkswagen ID Buzz Concept em Pebble Beach

Sucessor do e-up! a caminho

Mas se os modelos ID.3 e ID.4 são o presente, o que devemos esperar nos próximos anos em termos de modelos da família ID? Já sabemos sobre o ID.6 de 7 lugares e o ID.Buzz, o fascinante herdeiro da nossa consagrada Kombi. 

Mas em uma conferência realizada ontem, a marca alemã confirmou que também segue firme com o desenvolvimento de um modelo elétrico compacto, que deve ser posicionado abaixo do ID.3. De certa forma, ele deve assumir o lugar do e-up! - entre os elétricos mais acessíveis em circulação - e provavelmente se chamará ID.1. Ou quem sabe ID.2.

Provavelmente não chegará ao mercado antes de cinco anos, mas o carro, pelo menos segundo os rumores, pode começar a ser revelado ao público na forma de um conceito já em 2023.

VW ID.3: Produção em Zwickau

Esperando pelo estado sólido

Além disso, quando questionados sobre o problema da bateria, os técnicos da Volkswagen disseram estar confiantes de que as células de estado sólido logo chegarão ao mercado. Alguns dizem que estarão prontos em 2025, graças à parceria com a QuantumScape.

Mas a Casa alemã afirma que não irá substituir totalmente as baterias de íon de lítio atuais. É mais provável que carros elétricos diferentes usem tecnologias de bateria diferentes no futuro. Para melhor atender as necessidades de desempenho, características técnicas e posicionamento de mercado.

Como atualmente você pode escolher entre uma versão a gasolina ou a diesel do mesmo carro, talvez um dia você possa escolher um elétrico com uma bateria de íon de lítio "normal" ou de estado sólido, conforme necessário. O futuro ainda está por ser escrito.

Galeria: Volkswagen ID.3 - Reino Unido