A classificação EPA ficou abaixo do esperado para o SUV compacto 100% elétrico

Modelo aguardado com expectativa, por se tratar do primeiro veículo 100% de elétrico da Volvo, o XC40 Recharge teve a classificação energética divulgada pela agência norte-americana EPA nesta terça-feira (6). O veículo que começou a ser produzido nos últimos dias na fábrica da montadora sueca na Bélgica não foi tão bem quanto se esperava. 

Após a série de resultados bastante decepcionantes para o Polestar 2, sabíamos que o primo Volvo XC40 elétrico (baseado na mesma plataforma CMA) obteria uma classificação ainda mais baixa devido ao seu formato mais SUV.

Galeria: Volvo XC40 Recharge (2020)

O SUV compacto obteve a classificação EPA de 208 milhas (335 km), o que não é muito se considerarmos a bateria com capacidade de bons 78 kWh. O resultado é quase 11% a menos do que no caso do Polestar 2 (375 km).

E a principal razão por trás dessa autonomia relativamente baixa é o consumo de energia surpreendentemente alto. A agência norte-americana afirma que devemos esperar um consumo equivalente de 33,6 km/l - (265 Wh / km) no ciclo combinado - nos Estados Unidos utiliza-se o padrão MPGe (milhas por galão equivalente) como parâmetro para medir a eficiência dos veículos elétricos e híbridos plug-in. 

Classificação EPA do Volvo XC40 Recharge 2021:

  • autonomia de 335 km com uma carga
  • consumo de energia (incluindo perdas de carga):
    • combinado: 79 MPGe (33,6 km/l) - 265 Wh / km
    • cidade: 85 MPGe (36,1 km/l) - 246 Wh / km
    • rodovia: 72 MPGe (30,6 km/l) - 291 Wh / km

Confira abaixo gráfico (em inglês) e a comparação com Tesla Model Y, o que faz o Volvo XC40 Recharge parecer realmente ineficiente. Mas é realmente o caso de percorrer cerca de 133-173 quilômetros a menos do que o Model Y? Somente os testes na vida real para corroborar (ou não) as medições do órgão norte-americano e mostrar como o carro se sairá no dia a dia. 

imagem_externa

No entanto, mesmo antes da divulgação dos dados de eficiência o XC40 Recharge tem sido um sucesso - toda a produção até o final deste ano já foi vendida na Europa. O primeiro elétrico da Volvo está confirmado para o Brasil e será lançado em nosso mercado em meados de 2021 de acordo com as previsões da marca.